COMPARTILHAR
Continua depois da publicidade.

De acordo com a chefa do Setor de Fiscalização da Prefeitura de Lagoa da Prata,
Cíntia Santos, o município já começou a emitir as multas aos proprietários dos lotes sujos. A primeira remessa foi entregue aos infratores no último dia 20. Todas as pessoas que receberam a notificação e ainda não limparam os seus terrenos serão
“contempladas” com a multa no valor de R$ 281,66. E se for um “sujão” reincidente, a multa será de R$ 563. Quem não tiver condições financeiras de limpar o seu terreno pode explicar a sua situação ao setor de Fiscalização Municipal, que fica no prédio da prefeitura. “Já vou começar a multar mesmo. Ainda dá tempo para eles limparem as propriedades, de limpar o seu terreno. Vamos emitir as multas, inclusive, para os grandes proprietários de terreno”, avisou Cintia.

Já vou começar a multar mesmo. Ainda dá tempo para eles limparem as propriedades, de limpar o seu terreno. Vamos emitir as multas, inclusive, para os grandes proprietários de terreno

A servidora municipal confirmou que existem proprietários que possuem dezenas de lotes. O valor de suas multas pode chegar a R$ 10 mil. E por falar em limpeza de terrenos, a Secretaria de Limpeza Urbana bem que poderia dar o exemplo e limpar
o mato em alguns lotes que pertencem ao município. Essa observação foi enviada
por um leitor ao Jornal Cidade, que está corretíssimo em sua análise. Para exigir que o cidadão mantenha o seu lote limpo, a prefeitura tem a obrigação de fazer a sua parte também.

Juliano Rossi é jornalista, músico e escrevinhador. Atualmente, dirige e edita o Jornal da Cidade.
Juliano Rossi é jornalista, músico e escrevinhador. Atualmente, dirige e edita o Jornal da Cidade.
Continua depois da publicidade.

 

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp