fbpx

Campanha Outubro Rosa é lançada em Minas

Nos últimos dois anos, foram realizadas mais de 162 mil mamografias em Minas e identificados 784 pacientes com suspeita de câncer de mama

 

A Praça e o Palácio da Liberdade, o Pirulito da Praça Sete e a Praça da Estação. Estes são alguns dos cartões postais mais famosos de Belo Horizonte que já foram iluminados para a Campanha Outubro Rosa. A partir de amanhã a iniciativa acontece em todo o Estado, iluminando prédios públicos, privados, espaços significativos e monumentos para chamar a atenção da população sobre a importância do diagnóstico precoce e da prevenção do câncer de mama.

Neste ano, além do Palácio da Liberdade, a Cidade Administrativa será iluminada de rosa. Segundo a Secretaria de Estado de Saúde (SES), a rodoviária de Belo Horizonte receberá duas ações da campanha, de 9h às 17h. O Outubro Rosa é um movimento mundial de conscientização sobre o câncer de mama e foi trazido ao Brasil pela Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (Femama), em 2008.

Segundo Clóvis Vilanova, diretor responsável pelas unidades móveis, já foram realizados de outubro de 2012 até agosto de 2014, 162.394 mamografias em Minas e identificados 784 pacientes com suspeita de câncer de mama. O secretário estadual de saúde José Geraldo de Oliveira Prado assinou uma liberação de verba extra de R$ 2,5 milhões para a realização de ultrassom no caso da necessidade de complementar diagnósticos.

20140930172314265815oA campanha deste ano contará com dez caminhões rodando pelo Estado. Cada unidade tem um mamógrafo que podem fazer 50 exames por dia e o resultado, pronto em 20 dias, é encaminhado para a secretaria de saúde de cada cidade. Os veículos ficam em cada município por algumas semanas ou, até mesmo, meses. Duas técnicas em radiologia e um apoio administrativo trabalham em cada unidade. Após a coleta de dados, as imagens são enviadas pelo correio para avaliação de um radiologista.

Selma Maria de Souza, de 45 anos, doméstica e moradora de Itaúna descobriu uma lesão na mama em um caminhão equipado com Mamógrafo que passou pela cidade. A lesão era benígna, ela operou e, a partir de agora, precisa fazer o exame anualmente.
Para ajudar na divulgação da campanha, uma empresa parceira da Secretaria de Estado de Saúde vai colocar um carro especial para rodar em vários pontos da capital durante o Outubro Rosa. As pessoas vão poder fazer “selfies” com a limousine e ajudar a lembrar a população da importância do combate ao câncer de mama.
Saiba mais sobre a doença

É o câncer que mais mata no Brasil e o segundo tipo mais frequente no mundo. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), apenas 4% das mulheres sabem que existem diferentes tipos de câncer de mama e que existem tratamentos específicos para cada um deles.

No Brasil, as taxas de mortalidade por câncer de mama continuam elevadas, muito provavelmente porque a doença ainda é diagnosticada em estágios avançados. Na população mundial, a sobrevida média após cinco anos é de 61%.

Quando a doença é detectada no estágio inicial, a chance de cura é de 90% e, quando diagnosticado nos estágios mais avançados, a probabilidade de cura é em torno de 30%.

 

Fonte: Estado de Minas

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄