Blindagem para carro já é mais leve e mais barata no Brasil

Blindagem para carro já é mais leve e mais barata no Brasil

Líder mundial em blindagens de veículos civis, o Brasil tem hoje uma frota de 120 mil carros blindados, segundo a Associação Brasileira de Blindagem (Abrablin). Esse número é 445% maior que os 22 mil blindados em 2003, o que faz com que as empresas enxerguem oportunidades de desenvolvimento por aqui. A procura pelo serviço vem crescendo de 10% a 15% ao ano no Brasil. 

[pull_quote_left]O objetivo da blindagem pode ser para se defender da abordagem oportunista e covarde, como é feita na maioria das vezes[/pull_quote_left]

“O objetivo da blindagem pode ser para se defender da abordagem oportunista e covarde, como é feita na maioria das vezes”, explica o gerente de produtos da DuPont, Allan Gorham. 

Certificada pelo Ministério da Defesa, a blindagem Armura chega ao mercado mineiro com o propósito de estender a blindagem automotiva para uma parcela ainda maior da população e atender a demanda das pessoas por segurança. O produto se diferencia pelo baixo peso, de aproximadamente 90 quilos, e pelo seu sistema de instalação, mais prático quando comparado ao tradicional, que reflete no baixo impacto nos componentes do veículo e, consequentemente, no custo reduzido de manutenção. A empresa fez o teste de resistência da blindagem no 12º Batalhão de Infantaria (12 BI) do Exército, em Belo Horizonte.

A blindagem Armura certificada pelo Exército é a de nível I, que protege os ocupantes do veículo contra disparos feitos por armas de calibres 22,32 e 38, além das pistolas 765 e 380. Para se ter uma ideia da economia de peso, o nível de blindagem III pesa cerca de 200 kg e no passado já chegou a pesar mais do que isso.

Apesar de o Ministério da Defesa ter homologado a blindagem para esses calibres, o fabricante trabalha com uma margem de segurança maior. Além da 380, fizemos o teste de impacto com tiros de .40 (usadas pela Polícia Militar), .45 e 9 milímetros (de uso exclusivo e restrito das Forças Armadas) e conseguimos obter sucesso em 100% dos testes. 

Popularização do mercado de blindagens

20140826200856476417a
Quando analisado o perfil do usuário de blindagem automotiva, segundo dados da Abrablin, os homens lideram, representando 57%. No entanto, cresce a participação das mulheres no setor, com o percentual de usuárias de 43%, em 2012 elas somavam 42,5% e em 2011 35%. “A compra é realizada, principalmente, pelos homens preocupados com a segurança de suas esposas e filhos. No entanto, este cenário vem mudando nos últimos anos e a mulher já representa uma parcela importante”, destaca Gorham.

 

Fonte: Vrum

 

 

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄