Denúncias, julgamento e conflito: a triste situação da Câmara Municipal de Lagoa da Prata em ano eleitoral

Denúncias, julgamento e conflito: a triste situação da Câmara Municipal de Lagoa da Prata em ano eleitoral

Após julgamento histórico que cassou o mandato da vereadora Josiane Lúcia, Câmara Municipal respira novos ares enquanto aguarda eleições municipais de novembro. Expectativa da população é na reformulação dos atuais vereadores.

Alan Russel
@road_russel

O tão esperado julgamento da vereadora Josiane Lúcia se estendeu de 7h da manhã até o meio da tarde da última sexta-feira (7). Na ocasião, seis dos nove vereadores votaram para a cassação do mandato da vereadora e presidente da Câmara Municipal de Lagoa da Prata. A vereadora protetora dos animais era investigada desde março, após denúncias de concussão, abuso de autoridade e assédio moral. As denúncias foram apresentadas pelas então assessoras parlamentares ao corpo jurídico da Câmara Municipal e também ao Ministério Público.

Na última eleição municipal, a vereadora, que foi cassada teve 601 votos e estava em seu primeiro mandato. Eleita com a bandeira da proteção animal, Josiane Lúcia foi a primeira vereadora da história de Lagoa da Prata a ter o mandato cassado.

A sessão de julgamento não teve participação da população, tampouco a imprensa pode acompanhar a reunião extraordinária na Câmara Municipal de Lagoa da Prata. Após o julgamento, que selou a cassação do seu mandato, Josiane Lúcia, juntamente com alguns apoiadores e seu ex-companheiro, Edson Tadeu, promoveram cenas lamentáveis na porta da casa legislativa. Na ocasião, a agora ex-vereadora, causou tumulto insultando e agredindo verbalmente os vereadores que votaram à favor da cassação. O ex-companheiro de Josiane Lúcia, fez um “espetáculo” à parte. Não demorou muito e os vídeos com a atuação de Edson Tadeu na porta da Câmara ganharam redes sociais e grupos de WhatsApp. O que já era previsível se tornou meme e pauta da semana em Lagoa da Prata

Constantemente envolvida em polêmicas, Josiane foi alvo de críticas por parte de todos os vereadores, inclusive, os que votaram contra a cassação do seu mandato. A população também usou com frequência as redes sociais para expressar a falta de postura e decoro por parte da ex-vereadora. As principais reclamações na internet eram relativas ao deboche e desdém, características da ex-vereadora, inclusive em função como parlamentar.

A reportagem do Jornal Cidade tentou contato com Josiane Lúcia, que não atendeu nossas ligações. O advogado da ex-vereadora, João Vitor Santos, disse que ainda esta semana entrará com uma ação judicial pedindo anulação do julgamento da sua cliente.

Janeany Almeida assume a vaga de Josiane no legislativo municipal.

Conforme abordamos na entrevista exclusiva que Josiane Lúcia deu ao quadro “Café com Política”, um importante voto e que talvez poderia ser o voto decisivo contra a presidente da Câmara, partiu da então suplente, Janeany Almeida. De acordo com sorteio realizado para definir ordem da votação, Janeany foi a primeira a apresentar seu voto. Contrariando a base aliada do prefeito, Janeany decidiu votar favorável à cassação, pois acredita que as provas das denunciantes eram muito contundentes.

“Em relação às provas apresentados ficou claro que os fatos eram verdadeiros. E, diante disso, votei para a cassação do mandato da presidente”.

Janeany deve assumir a cadeira de vereadora de Lagoa da Prata já na próxima reunião ordinária. Em contato com a reportagem do JC, Janeany diz que acredita que todo processo envolvendo a ex-vereadora Josiane Lúcia, vai abrir os olhos da população para a responsabilidade política que tem o voto.

“Foi um processo democrático que mostrou transparência à população. Depois disso tudo, espero que todos os vereadores repensem suas ações dentro da Câmara Municipal”.

Vereadora Quelli Cássia assume a cadeira de presidente da Câmara

A então vice-presidente da casa e responsável pela Comissão que investigou Josiane, Quelli Cássia, assume a presidência da Câmara Municipal de Lagoa da Prata. Quelli acredita que após todo esse processo envolvendo o legislativo municipal, a Câmara vai estar mais preparada para atender a população e acredita que haverá uma reformulação nos nomes da casa nas próximas eleições.

“Estamos no último ano do nosso mandato. Ano que vem pode e deve chegar muitos outros vereadores novos. Mas que a Câmara continue sendo a casa do povo, zelando pela justiça e pelos princípios que nos é passado, independente de qual vereador esteja ocupando o cargo”, explicou Quelli.

População acredita na reformulação da Câmara

Todo o processo envolvendo a cassação do mandato de Josiane Lúcia, inclusive as cenas lamentáveis na porta da Câmara ao fim do julgamento, não serviu apenas para propagar piadas na internet, mas, principalmente, para a população se atinar para a importância do voto consciente na escolha dos representantes do legislativo municipal. Afinal, estamos em ano eleitoral e praticamente a quatro meses das eleições municipais.

De acordo com a população, a eleição de novembro deve servir para reformular o legislativo municipal de Lagoa da Prata. Gabriel Ferreira é empresário e acredita que a atual situação em que se encontra a Câmara Municipal, é reflexo de como os vereadores vem atuando.

“Este fato ocorrido nos mostrou claramente o total despreparo dos nossos vereadores, principalmente está vereadora Josiane. A atuação partidária atua diretamente no nosso legislativo. Grupinhos partidários querem tomar e se manter no poder a todo custo. Eu espero que nas próximas eleições ocorram mudanças, até porquê a política está muito presente em nossas vidas. Hoje, com as redes sociais, a política está a um toque de nossas mãos. E, mesmo sem querer, notícias e informações sobre política chegam com muita facilidade ao cidadão”, explica Gabriel.

Já o representante comercial, Arthur Francisco, além de acreditar que novos nomes vão surgir no legislativo municipal, evidencia os interesses pessoais dos atuais vereadores.

“Não sei se é só eu, mais como cidadão e morador de Lagoa da Prata, espero por mudanças positivas nas próximas eleições. Que venha uma nova Câmara, com ideias novas, caras diferentes e pensamentos positivos. É o mínimo que merecemos! É essa esperança que nos move até às urnas. Porque do jeito que está num dá pra ficar não, são muito pouco preparados, não querem o bem maior para a população, se preocupam cada um com seu “umbigo” perante a vida política. E infelizmente o povo fica jogado às traças. A mudança, querendo eles ou não, vai acontecer. Agora cabe a nós enquanto eleitores termos responsabilidade na hora de votar. A população não merece mais quatro anos dessa forma”.


Leia Mais:

Josiane Almeida é a primeira vereadora da história de Lagoa da Prata a ter o mandato cassado

Servidoras da Câmara apresentam denúncia que pode levar à cassação da presidente Josiane Almeida

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄