Câmara de LP realiza consulta popular sobre a aplicação aérea de maturadores

Câmara de LP realiza consulta popular sobre a aplicação aérea de maturadores

Ilustração/ Reprodução Social

A Câmara Municipal de Lagoa da Prata realizará entre os dias 18 e 20 uma consulta popular sobre a aplicação de maturadores via aérea em lavouras de Lagoa da Prata. Para dar o seu voto, o cidadão deverá estar munido de documentos pessoais, título de eleitor e comprovante de endereço. A votação será secreta e acontecerá no prédio da Câmara, de 12h às 20h. De acordo com o presidente da Câmara, vereador Edmar Nunes, o projeto poderá ser votado em 2018.

Em 2011, os vereadores de Lagoa da Prata aprovaram um projeto de lei que proibiu a pulverização aérea no município. Em março de 2016, o Legislativo chegou a discutir possibilidade de rever a proibição. Câmara, prefeitura e executivos da Biosev, principal empresa interessada na pauta, chegaram a se reunir, mas o assunto não foi adiante.

Recentemente, a pedido do presidente da Câmara, o mestre em Ciências Ambientais, Carlos Frederico Muchon, elaborou um estudo para que os vereadores pudessem discutir a pauta de forma técnica. No documento, Muchon afirma, assim como outros especialistas citados em uma matéria recente, que o uso dos maturadores, ou reguladores de crescimento, não apresentam risco ao meio ambiente ou à sociedade, pois são produtos específicos que atuam sobre a cana, concentrando o açúcar da mesma e diminuindo a quantidade de água presente, sendo os mesmos de ação exclusiva sobre vegetais, atrasando ou acelerando o amadurecimento destes.

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄