COMPARTILHAR
Continua depois da publicidade.

Na tarde da última sexta-feira (18/07), a Polícia Militar compareceu ao Pronto Atendimento Médico Santo Antônio, onde segundo informações, um indivíduo ferido por disparo de arma de fogo havia dado entrada na unidade de saúde.

A vítima C.C.L. (19 anos), relatou que estava na casa de seus familiares, na rua Dalva Linhares  de Oliveira, bairro Maria Angélica de Castro, quando chegaram 4 indivíduos armados com revólveres, adentraram em sua casa e agrediram-lhe com socos e chutes.

Continua depois da publicidade.

C.C.L. pulou o muro e saiu correndo sentido ao córrego que fica próximo ao final do bairro; os indivíduos correram atrás, atirando várias vezes em sua direção.

Ao chegar ao córrego, caiu no chão,e foi atacado novamente pelos autores que lhe agrediram muito com socos, chutes e coronhadas das armas.

Segundo a vítima, os meliantes ficaram sem munição e ameaçaram-lhe dizendo que não era para citar nenhum nome, pois eles se vingariam de sua família e também terminariam o serviço.

C.C.L. informou que reconheceu um dos indivíduos e que os outros, provavelmente são de fora e teme pela vida de sua família; a pessoa que ele reconheceu é um homem velho que tem dinheiro e possui um VW/Fox preto e reside no mesmo bairro.

A vítima foi atendida pelo médico de plantão que constatou perfuração na mão esquerda com fratura, perfuração no braço esquerdo, trauma contuso na região dos lábios e corte na região do crânio, ficando em observação para melhor avaliação, sendo seu estado clínico estável. Segue rastreamento.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Organizacional do 7º BPM

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp