COMPARTILHAR
Continua depois da publicidade.

Motoristas precisam viajar até cidades vizinhas para abastecer

 

O município de  Córrego Danta, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), têm uma frota de 948 veículos e, desde o início do ano, os moradores precisam viajar até as cidades vizinhas para comprar gasolina. Isso porque o único posto de combustíveis da cidade fechou as portas no dia 31 de dezembro do ano passado por apresentar irregularidades.

Quem precisa comprar gasolina tem que viajar cerca de 30 quilômetros até Luz ou Bambuí

Continua depois da publicidade.

Para a população esta ausência tem gerado transtornos. “Quem precisa comprar gasolina tem que viajar cerca de 30 quilômetros até Luz ou Bambuí”, contou o comerciante Arthur Garcia.

Sobre o problema, o prefeito Reginaldo Cardoso (PPS), informou que se reuniu com empresários para tentar reabrir o posto de combustíveis que fica na rodovia que dá acesso à cidade.

Espero que entre 60 e 90 dias esse posto seja reaberto. As pessoas que viajam até outras cidades já abastecem os veículos por lá. Agora o produtor rural, que quase não sai do município, esse sim tem sido o grande prejudicado

“Espero que entre 60 e 90 dias esse posto seja reaberto. As pessoas que viajam até outras cidades já abastecem os veículos por lá. Agora o produtor rural, que quase não sai do município, esse sim tem sido o grande prejudicado”, comentou.

Temos que pedir para os conhecidos trazerem a gasolina de outras cidades e essa é uma ação ilegal, mas que tem sido o nosso único recurso

Enquanto a situação não é resolvida, muitos carros, motos e caminhões deixaram de circular na cidade e estão guardados nas garagens.”, relatou a estudante Marília Bernardes.

Para o produtor rural Gabriel Souza, é preciso uma solução imediata. “Temos que pegar a rodovia apenas para abastecer e acho isso um risco para o motorista. Precisamos de um posto na cidade”, pediu.

 

Fonte: G1

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp