fbpx

Atleta de Japaraíba alcança índice para competição Mundial e Pan-Americano Sub-20

O atleta japaraibano, Rian Pereira Coutinho, participará do Mundial, que será realizado nos dias 17 a 22 de agosto, em Nairóbi, Quênia. E também no Pan-Americano da categoria que acontecerá de 22 a 24 de outubro em Santiago, Chile.

No último final de semana (17), o atleta de Japaraíba, Rian Pereira Coutinho, participou do Campeonato Paulista de Atletismo Sub-20 em São Paulo, onde conseguiu o primeiro lugar na competição dos 110 metros com barreiras com a marca de 13.67, assumindo, assim, a vice-liderança do Ranking Brasileiro.

O resultado ratificou o índice do atleta para o Mundial, que será realizado de 17 a 22 de agosto, em Nairóbi, Quênia. Ainda, Rian também obteve o índice para o Pan-Americano da categoria que acontecerá de 22 a 24 de outubro em Santiago, Chile.

Foto: Marcelo Matos/Atletismo Paulista (divulgação)
Foto: Marcelo Matos/Atletismo Paulista (divulgação)

No sábado anterior a este (10), Rian Coutinho havia participado do Campeonato Mineiro de Atletismo Sub-20, em Belo Horizonte, no Centro de Treinamento Esportivo da Unidade Federal de minas Gerais (UFMG), porém sua marca nos 110 m. com barreiras foi 14.10 segundos, não atingindo o índice abaixo de 13.82, necessário para ser classificado para a competição mundial. Outros atletas de Japaraíba também participaram do Campeonato Mineiro, sendo eles: Gabriel Antônio Tobias Costa, que ficou em 1º lugar no Salto em Altura (1,90 m); Kamila Venâncio, que ficou em 5º lugar no Arremesso do Peso (com a marca 10,24) e de em 2º lugar no Lançamento Disco (com a marca de 33,19).

Na mesma ocasião, também ocorreu o 2º Festival de Atletismo FMA, em que o atleta japaraibano Raphael Antônio Tobias Costa ficou em 1º lugar no Salto em Altura (1,90 m) e também em 1º lugar nos 100 Metros Rasos (com a marca 11.17).

Da equipe do Clã Delfos, Rian Coutinho, tomado pela emoção, dedicou a vitória do Campeonato Paulista ao filho e deixou um recado inspirador: “realmente, o atletismo transformou minha vida”.

Segundo o seu treinador, Júnior Antônio Lopes (Juninho), que estava acompanhando o atleta na competição, a marca de Rian Coutinho é muito significativa: “uma oportunidade única que o coloca entre os melhores do mundo, e ele merece muito porque abdicou de muita coisa”.

O treinador Juninho ainda disse que “muita gente poderia não acreditar, mas eu mesmo nunca duvidei do potencial do Rian, e ele também não, e só poderia vir isso mesmo, o resultado!”.

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄