COMPARTILHAR
O departamento de cobrança consegue recuperar, em média, 70% dos títulos em atraso
Continua depois da publicidade.

O departamento de cobrança da ACE/CDL de Lagoa da Prata encerrou o mês de março com o resultado 20% maior em relação à média de 2016. A entidade contratou mais uma colaboradora para o setor e implantou novas metodologias no contato com os clientes em débito, o que possibilitou uma melhora no serviço prestado.

De acordo com a advogada e coordenadora do setor de cobrança, Raquel Neves, além do contato telefônico e por meio de cartas, os clientes estão sendo acionados por meio de mensagens pelo Whatsapp. “Com isso estamos conseguindo chegar num número maior de clientes, com uma rapidez maior.

Continua depois da publicidade.

Às vezes o cliente não pode atender a ligação, mas ele visualiza a mensagem no Whatsapp e toma ciência do débito”, explica.

Com a contratação de uma nova colaboradora, o setor dispõe agora de uma funcionária que fica, exclusivamente, por conta do contato telefônico com os clientes em débito.

Mais de 80 empresas utilizam os serviços de cobrança da ACE/CDL. O departamento consegue recuperar cerca de 70% dos títulos em atraso, reforçando o caixa das empresas e possibilitando aos clientes a oportunidade de comprar a prazo no comércio da cidade. “É importante que o empresário não demore a nos enviar o título em atraso. O ideal é encaminhar as cobranças com no máximo 60 dias após o vencimento. Tem empresário que espera até um ano para nos enviar o título, com isso o cliente acaba ficando muito constrangido com a cobrança e às vezes nem compra novamente no mesmo estabelecimento”, orienta Neves.

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp