COMPARTILHAR
Continua depois da publicidade.

Eram 24 de julho de 1971 quando Antônio Vagno e Maria da Luz celebraram o casamento na Igreja Santa Clara, na extinta Vila Luciânia. Os dois viveram a infância e a juventude na comunidade destinada aos trabalhadores da usina. Desativada a vila, na década de 1990, a igreja deixou de ser utilizada. No dia 30 de março, durante a missa de reinauguração do santuário, Antônio e Maria puderam reviver o momento da união matrimonial. “A emoção é muito grande. Quando venho aqui meus olhos se enchem de lágrimas porque eu recordo toda a minha infância”, afirmou

Antônio Vagno. A sua esposa, Maria da Luz, lembrou que participava do coral da igreja. “São recordações muito boas”, disse. Os dois são Ministros da Eucaristia da Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe e participaram da celebração da missa, realizada pelo pároco Patriky Samuel Batista, que também marcou o início da safra de 2016 da Biosev.

Continua depois da publicidade.

RESTAURAÇÃO

A Igreja Santa Clara está localizada dentro da unidade da Biosev. Construída na década de 1960, ficou em reforma por três meses. Cerca de 50 funcionários da empresa, coordenados pelo supervisor agrícola Artur Fernando, se empenharam no restauro e a Biosev se preocupou em manter as características originais do templo, construído na década de 1960, com capacidade de receber 250 pessoas.

Com a reforma, o local ficará sob a responsabilidade da Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe. A expectativa é que mensalmente seja celebrada uma missa no local, em dia e horário que ainda serão definidos pela Igreja. Neste ano, a Biosev comemora 15 anos de presença em Lagoa da Prata e a restauração e reinauguração da Igreja Santa Clara é uma iniciativa que reforça a ligação da empresa com a comunidade
local. “Queira Deus que a reforma desta igreja seja também o sinal da reforma pela qual os nossos corações precisam passar também, abandonando o rancor, o ódio, a inveja, tudo aquilo que nos impede de sermos felizes e fazer felizes quem está do nosso lado”, disse Patriky durante a celebração.

Nascido na antiga Vila Luciânia e batizado na Igreja Santa Clara, o prefeito de Lagoa da Prata, Paulo César Teodoro, também compareceu à missa e comentou sobre a importância da restauração do santuário. “É uma demonstração de carinho
e respeito com a nossa comunidade de Lagoa da Prata, e, em especial, às pessoas que viveram na Vila Luciânia. Eu nasci aqui e fui batizado nesta igreja. E agora, vê-la toda restaurada, tem um valor incomensurável. A Biosev demonstrou que reconhece a nossa história. Foi um grande passo no fortalecimento dessa parceria e união com o município”, disse o prefeito Teodoro.

O chefe do Executivo de Japaraíba, Roberto Emílio Lopes, ressaltou que a Biosev é a principal empregadora do município e elogiou a direção da empresa pela restauração da igreja. “Muitos japaraibanos trabalham nesta empresa. A Biosev gera muitos recursos para o município por meio do ICMS. Estou muito feliz por participar desse momento”.

SAFRA 2016

A safra 2016 teve início com a missa celebrada pelo pároco Patricky Samuel Batista e a reinauguração da Igreja Santa Clara. Participaram da cerimônia centenas de colaboradores da empresa, diretores e autoridades de Lagoa da Prata e Japaraíba.

A superintendente agrícola e industrial da Biosev, Tânia

Tânia Fernandes, Superintendente da Biosev, em Lagoa da Prata
Tânia Fernandes, Superintendente
da Biosev, em Lagoa da Prata

Fernandes, ressaltou o empenho dos colaboradores da empresa na restauração do santuário e comentou sobre a expectativa de produção de 2016. “Temos a possibilidade de fazer a melhor safra que a Biosev já teve e vamos fazer. Estamos imbuídos com o espírito de conquista e realização. Santa Clara irá iluminar os nossos caminhos e nos permitir a tomar as decisões certas, agir de forma correta e nos superar. Temos que fazer essa usina prosperar, trazer resultado para nossas famílias e para a comunidade. É isso que nos une e vai nos fazer cada vez mais fortes”, afirmou a superintendente.

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp