COMPARTILHAR
Continua depois da publicidade .

A paralisação acontecerá até o dia 28 de março nas cidades de Lagoa da Prata, Iguatama, Japaraíba, Moema e Santo Antônio do Monte

Dezenas de pessoas foram às ruas de Lagoa da Prata e Santo Antônio do Monte para protestarem contra a reforma da Previdência. A proposta de reforma do governo foi feita sem discussão com a sociedade civil e pretende igualar a idade mínima para aposentadoria de homens e mulheres em 65 anos, além de impor 49 anos de contribuição ininterruptas para o trabalhador conseguir se aposentar.  A paralisação acontecerá nas cidades de Lagoa da Prata, Iguatama, Japaraíba, Moema e Santo Antônio do Monte, do dia 15 ao 28 de março.

Em Santo Antônio do Monte, as escolas estaduais São José dos Rosas, Álvaro Brandão, Padre Paulo e Senhora de Fátima estão paralisadas.  Segundo a educadora Cristina Leite, a PEC deverá ser votada no dia 28, e caso ela passe na primeira instância, terá a votação no dia 6 de abril, data em que o sindicato quer a prorrogação da greve. “Isso ainda não sabemos. Se no dia 28 ela não for aceita, teremos a vitória e voltamos a trabalhar no dia 29”, afirmou.

Continua depois da publicidade .

Em Lagoa da Prata, de acordo com o coordenador geral da subsede Lagoa da Prata, que atende Iguatama, Japaraíba, Moema, Lagoa da Prata e Santo Antônio do Monte, Jaime Alves Moura, a rede municipal paralisou ontem, mas voltou hoje por não ter representação sindical. “Portanto, não há um sindicato que responda por eles. Isso acontecerá em outros municípios. Somente a escola Virgínio Perillo está em andamento até sexta feira agora. Na próxima segunda estarão também no movimento. O diretor explicou que havia marcado avaliação diagnóstica e pediu que as realizasse e em acordo foi definido que estarão paralisadas as atividades a partir de segunda até o dia 28 de março data em que acontece a votação em primeiro turno na câmara dos deputados”, informou.

Hoje às 17 horas, em Lagoa da Prata, acontecerá mais um protesto em frente ao Lagoashopping. Já em Santo Antônio do Monte acontecerá hoje às 17, em frente ao shop work, na Praça da Matriz. Na segunda-feira, deverá ocorrer durante a reunião da câmara uma manifestação. Durante toda a semana o grupo de profissionais pretende realizar ações de manifesto.

 

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp