COMPARTILHAR
Foto: Blog Minas Gerais Brasil
Continua depois da publicidade.

Um levou um golpe de uma faca tipo peixeira, o outro teve fratura no nariz e outro foi agredido com mordidas e unhadas

Por: G1

Na noite da última sexta-feira (1), policiais militares do 7º BPM, no exercício de suas funções em Bom Despacho foram agredidos fisicamente. Por volta das 21 horas, policiais militares receberam denúncia de que um autor estava realizando tráfico de drogas na Avenida Geralda Lopes, bairro Santa Rita. Um dos militares deparou com o autor e tentou dominá-lo, momento que este, armado com uma faca tipo peixeira, desferiu um golpe que veio a acertar o ante braço do militar causando um corte. Os demais militares conseguiram dominar o autor e durante vistoria na residência do autor, encontraram no guarda-roupas, dois tabletes de maconha, material para embalar o entorpecente, além de dinheiro proveniente do comércio de drogas. O autor foi preso e o militar ferido foi encaminhado para o pronto socorro, sendo atendido e liberado.

Continua depois da publicidade.

Por volta de 23 horas, uma guarnição policial foi atender uma solicitação de perturbação do sossego através de um som muito alto que vinha de uma residência na rua Espinosa, bairro JK. No local, os policiais que primeiro chegaram, perceberam um agrupamento de várias pessoas entre mulheres e homens na residências, estes passaram a desacatar e desobedecer as ordens dos policiais para cessarem com a perturbação. Após configurado o ilícito de desobediência, os policiais deram voz de prisão a uma mulher e a um homem, momento que outras pessoas que estavam no local tentaram retirar os presos da custódia dos policiais militares para evitar as prisões, sendo que durante o fato outra mulher agrediu um policial com um objeto contundente acertando o nariz do militar causando um intenso sangramento e fratura. Outro policial também foi agredido com mordidas e unhadas por uma das autoras. Com o reforço de outra guarnição policial, o equipamento de som foi apreendido, os autores e autoras foram presos e conduzidos para a delegacia da polícia civil e os militares feridos foram atendidos no pronto socorro municipal.

Em nota o comandante do 7º batalhão de polícia militar, Tenente-Coronel PM Rodrigo Teixeira Coimbra prestou total apoio aos policias militares que diariamente arriscam a vida para promover a paz social na cidade de Bom Despacho em especial aos militares que, de forma covarde, foram lesionados durante o estrito cumprimento do dever legal na noite do dia 1 de dezembro.  Acrescenta o comandante que todas as medidas legais contra os responsáveis serão adotadas inclusive os fatos já foram noticiados ao Ministério Público que acompanhará os casos.

Um dos militares teve que ser transferido para um hospital de Sete Lagoas, região metropolitana de Belo Horizonte e, posteriormente, para um hospital da capital.

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp