COMPARTILHAR
Continua depois da publicidade .

Ao caminhar pelos supermercados de Lagoa da Prata já é possível ver os pais na corrida para comprar os ovos de Páscoa para os filhos. E os reflexos da crise econômica também são percebidos, pois o consumidor está optando por versões mais baratas, como é o caso de caixas de bombons, ou até mesmo de barras de chocolate em versões menores.

Marina Almeida faz questão de pesquisar e encontrar o melhor preço para fazer suas compras

Segundo Marina Almeida, mãe de Júlia, de 7 anos, a cada ano fica mais difícil satisfazer os desejos da filha. “Ela vem cheia de ideias! É ovo de princesa, é ovo da Minnie, mas quando chego aqui eu já falo com ela que não dá. A gente sente e vê a carinha de decepção, mas está muito difícil porque um ovo desses custa mais de 50 reais e são minúsculos. E aí, como que a gente faz? Eu troco por outras opções mais baratas porque já ensinei pra ela que nem sempre vou poder dar a ela o que ela quer”, disse.

Continua depois da publicidade .

Uma pesquisa do Mercado Mineiro apontou que além dos preços estarem mais altos em 2017, os ovos também diminuíram no tamanho. A pesquisa citou como exemplo o ovo grande Ferrero Rocher, que no ano passado pesava 390g e agora pesa 354 gramas. Ou seja, está 15,39% mais caro, pois seu preço nas lojas passou de R$67,62 para R$78,03. A pesquisa também revelou que outros três ovos da mesma fabricante tiveram peso reduzido. Ainda assim, todos estão mais caros, segundo o serviço de comparação de preços. O menor reajuste foi de 12%.

De acordo com o Mercado Mineiro, é nítido que a indústria optou pelos ovos mais vendidos em anos anteriores, ou seja, devido à crise financeira, a indústria reduziu a diversidade de ovos.

Segundo a Fecomércio de Minas Gerais, quase metade dos consumidores pretendem presentear na Páscoa. A pesquisa ainda apontou que 76% dos entrevistados disseram que os presentes não passarão de 100 reais. Outro indicador mostra que 48,2% pretende gastar menos que em 2016.

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp