COMPARTILHAR
Continua depois da publicidade.

Quadrilha é especializada em clonagem de cartões.
Delegado disse que mandato de prisão contra ele já havia sido expedido.

 

Uma operação da Polícia Federal (PF) em Divinópolis, realizada na manhã desta sexta-feira (14/03), prendeu um dos chefes de uma quadrilha de São Paulo (SP) que fazia clonagem de cartões.

o chefe da quadrilha  foi preso na rua São Paulo em uma casa de jogos de azar da qual é proprietário

Continua depois da publicidade.

De acordo com informações do delegado da PF Benício Cabral, que participou da operação “Tentáculos III”,  o chefe da quadrilha  foi preso na rua São Paulo em uma casa de jogos de azar da qual é proprietário. Todo material encontrado foi apreendido.

É um grupo bastante ramificado e esse suspeito foi preso em Divinópolis porque frequentava a cidade. Outros dois homens foram conduzidos apenas para serem ouvidos

A operação é da Delegacia Fazendária de São Paulo que investiga a quadrilha. “É um grupo bastante ramificado e esse suspeito foi preso em Divinópolis porque frequentava a cidade. Outros dois homens foram conduzidos apenas para serem ouvidos”, contou Benício.

Segundo o delegado Cabral, o grupo instalava um objeto de acoplagem de cartão em caixas eletrônicos de autoatendimento e junto afixava uma etiqueta adesiva orientando a ligar para um 0800 em caso de problemas com o cartão. “O cartão da vítima ficava preso nesse aparelho, onde a  etiqueta de orientação induzia a pessoa a ligar para o número descrito, porém a central do 0800 era falsa e a atendente pegava todas as informações da conta da vítima e desprendia o cartão. A pessoa ia embora sem nem desconfiar que teve o cartão clonado”, explicou  o delegado.

O cartão da vítima ficava preso nesse aparelho, onde a  etiqueta de orientação induzia a pessoa a ligar para o número descrito, porém a central do 0800 era falsa

matrial aprewendido

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: G1

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp