Solidariedade: Moradora de Lagoa da Prata ajuda quem tem dificuldades para requerer o Auxílio Emergencial

Solidariedade: Moradora de Lagoa da Prata ajuda quem tem dificuldades para requerer o Auxílio Emergencial

"Percebi que muita gente desistia de seus benefícios por não conseguirem ter o acesso", disse Flávia.

Com o objetivo de ajudar pessoas com dificuldades para acessar sites e conteúdos para adquirir alguns benefícios, uma moradora de Lagoa da Prata teve a brilhante ideia de ceder parte de seu tempo para prestar um ato de solidariedade.  Flávia Gontijo é microempreendedora e disse que a iniciativa surgiu desde que o  Instituo Nacional do Seguro Social (INSS) informatizou seus serviços e ela viu a dificuldade de algumas pessoas. “Comecei a ser procurada por diversas pessoas que não têm acesso à internet ou que têm dificuldade em acessar o site e seus conteúdos, pessoas simples com pouca informação. Então, percebi que muita gente desistia de seus benefícios por não conseguirem ter o acesso. Pensando nisso, vi que o mesmo poderia ocorrer agora com o Auxílio Emergencial e decidi tomar a iniciativa de auxiliar de forma gratuita as pessoas de baixa renda, que não têm acesso à internet ou que tenha dificuldade em acessar o site e seu conteúdo”.

Flávia ainda explicou como o trabalho tem sido desenvolvido. “O trabalho consiste em fazer o cadastro e acompanhar todo o processo para as pessoas que não conseguem ter acesso à informação virtual. Tomei essa iniciativa ontem e fiz as postagens em redes sociais, hoje as pessoas já começaram a procurar, na parte da manhã atendi 5 pessoas que se encaixavam na baixa renda de forma gratuita, que foram devidamente cadastradas e estou com um senhor, que teve uma pendência que estamos tentando sanar”.

Netwise

Para Flávia, mais pessoas deveriam desenvolver trabalhos que ajudem o próximo.

“A importância consiste em ajudar o próximo. Muitas pessoas hoje estão desempregadas ou impedidas de realizar seu trabalho, não tendo assim condições de estar pagando alguém para fazer o cadastro para elas. Acredito que, agindo assim, poderemos ajudar a amenizar um pouco a dificuldade que esse momento esta trazendo para muitos”.

Quem necessitar de ajuda, pode procurar a Flávia na Epidemia Lan House, que está localizada na Rua Bahia, 822 –  centro (próximo ao posto do vovô)  de segunda à sexta-feira em horário comercial. “As pessoas devem levar a identidade e CPF  pessoal, CPF e data de nascimento das demais pessoas que morar com ela, que faremos o cadastro”.

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄