fbpx

Eleitores têm até 4 de maio para solicitar ou regularizar título

A reportagem do Jornal Cidade conversou com Amauri Eduardo Silva, chefe do Cartório Eleitoral de Lagoa da Prata e Japaraíba, para saber mais detalhes.

Eleitores brasileiros têm até 4 de maio para solicitar ou regularizar o título para participarem das eleições 2022. A reportagem do Jornal Cidade conversou com Amauri Eduardo Silva, chefe do Cartório Eleitoral de Lagoa da Prata e Japaraíba, para saber mais detalhes. O atendimento no município já está sendo feito presencialmente, na avenida Getúlio Vargas, 526, loja B, das 13 às 18 horas, de segunda à sexta.

 

“Esse ano, por ser eleitoral, o cadastro Eleitoral fechará no dia 4 de maio, então todo o atendimento relacionado a alistamento, transferência e revisão de dados serão feitos até essa data”.

 

Para fazer a primeira via do Título Eleitoral é necessário:

  • Documento de identificação com foto ou Certidão de Nascimento, ou Carteira de Trabalho;
  • CPF;
  • Comprovante de endereço;
  • Homens que já tenham completado 18 anos, o alistamento militar.

Para fazer a regularização (revisão dos dados cadastrais):

  • Documento de identificação com foto ou Certidão de Nacimento ou casamento ou Carteira de trabalho;
  • CPF;
  • Comprovante de endereço.
  • Transferência de Domicílio Eleitoral:

A pessoa interessada em transferir o Domicílio Eleitoral para Lagoa da Prata e Japaraíba deve apresentar:

 

  • Documento de identificação com foto ou Certidão de Nacimento ou casamento ou Carteira de trabalho;
  • CPF;
  • Título Eleitoral anterior (se tiver);
  • Para fazer essa transferência, a pessoa precisa comprovar através de documentação, vínculo de pelo menos 3 meses com o município como, por exemplo, conta de água, luz, telefone, internet, contrato de locação ou compra e venda de imóveis no município; contrato de trabalho; carteira de trabalho registrada por empregador do município, Certidão de propriedade de bem imóvel registrado no município e atual, declaração escolar que conste que o filho está matriculado e frequente em escola do município etc.

 

“Ou seja, tem que apresentar através de documentação, vínculo residencial ou patrimonial ou profissional com o município há mais de 3 meses. Então, esse documento, a exemplo, deve ser de agosto de 2021 a janeiro de 2021, valendo apenas para vínculo residencial. O documento tem que estar no nome do interessado ou cônjuge, companheiro (a), ou pais e filhos”, explicou Amauri.

 

Para quaisquer dúvidas, entre em contato com o Cartório Eleitoral através do telefone ou WhatsApp (37) 3261-2855 ou e-mail: zona156@tre-mg.jus.br

 

2ª via

 

É possível adquirir de forma virtual, baixando o aplicativo e-Título, lançar os dados e ter a via digital do Título Eleitoral. Também é possível ir até o Cartório Eleitoral munido dos seguintes documentos:

  • Documento de identificação com foto ou Certidão de Nacimento ou casamento ou Carteira de trabalho;
  • CPF;
  • Comprovante de endereço.

 

“É muito prático o título virtual pelo aplicativo. Também, por esse mesmo aplicativo, é possível tirar a Certidão de Quitação Eleitoral, Certidão de Crimes eleitorais, e emitir guias de multas, caso deva alguma eleição. Esses mesmos serviços também são obtidos nos sites da Justiça Eleitoral, Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE)“, explicou Amauri.

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄