COMPARTILHAR
Continua depois da publicidade.

Novo sistema de atendimento utiliza cores para classificar grau de prioridade no atendimento; diretriz do Ministério da Saúde, protocolo já é utilizado em várias cidades de Minas e do Brasil.

Em breve, a administração do Hospital São Carlos, empresa responsável por gerenciar o Pronto Atendimento Municipal de Lagoa da Prata implantará o Protocolo de Manchester, no PAM.

Continua depois da publicidade.

De acordo com a nova coordenadora e responsável técnica do PAM, Jordana Pereira Gomes, o novo sistema tem como objetivo estratificar o risco de gravidade do paciente e determinar o tempo de atendimento e resolução do problema, segundo uma determinada classificação. Com a medida, há um grande ganho da assistência aos pacientes do Hospital.

Jordana ressalta que o Protocolo de Manchester ocorrerá na sala de acolhimento do PAM e que, em breve, toda a equipe de Enfermagem estará capacitada em relação ao procedimento.

O Protocolo de Manchester

O Protocolo de Manchester classifica os pacientes por cores. As cores: vermelho (emergência), laranja (muito urgente), amarelo (urgente), verde (pouco urgente) e azul (não urgente) representam o grau de gravidade e o tempo de espera recomendado para atendimento.

Fonte: informiga.com.br

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp