COMPARTILHAR
Sargento Edimilson Lage
Continua depois da publicidade .

Com o período de estiagem e um clima seco, a ocorrência de queimadas resultam em vários transtornos para a comunidade. Segundo a Polícia de Meio Ambiente de Lagoa da Prata, a prática de queimadas é muito utilizada pela população, com a finalidade de limpeza de pastos e lotes e queima de lixos diversos. “Todavia, observa-se que essa prática é extremamente nociva, tanto à vegetação e ao solo assim como para as pessoas e para animais silvestres. A incidência de fogo, fumaça e cinzas resultam em grandes inconvenientes, sejam relacionadas à saúde com enfermidades ligadas a problemas respiratórios e alergias, assim como também a disposição final das cinzas, sujando residências vizinhas. Ressalta-se que queimadas as margens das rodovias, muitas das vezes resultantes de cigarros lançados pelo motorista ou passageiro podem também ocasionar acidentes de grandes proporções”, destacou o sargento Edimilson Lage.

Por isso, a Polícia Militar de Meio Ambiente alerta a população que essa prática não deve ser realizada. “Além dos transtornos já informados, realizar queimadas e incêndios é crime. Está previsto na Lei 9.605/98, no seu artigo 40 que provocar queimadas e incêndios em matas, floresta e similares pode resultar na prisão do autor por um período de dois a quatro anos. Além disso, quem realiza queimadas e incêndios também será penalizado com multa que pode variar de R$664,58 a R$7.476,58, conforme o tamanho da área atingida e as características do material queimado e da vegetação atingida, podendo ainda esse valor ser multiplicado várias vezes, quanto maior for à área queimada”, frisou.

Continua depois da publicidade .

A Polícia de Meio Ambiente conta com o apoio da população com intuito de identificar autores de crimes ambientais nos municípios da região, repassando as informações para a Polícia Militar de Meio Ambiente, ou através do Disque Denúncia 181.

Maiores informações podem ser obtidas através do telefone (37) 3261-1599.

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp