COMPARTILHAR
Continua depois da publicidade.

Na tarde de ontem (20) Lagoa da Prata registrou uma forte chuva. Vários pontos da cidade ficaram alagados. Enquanto a chuva caía a prefeitura municipal disponibilizou equipes de limpeza e obras para amenizar a situação.

Em apenas uma hora de chuva foi registrado 57,3 milímetros, o que era esperado para seis dias, conforme explica Carlos Brasil Guadalupe. “A média para o mês é de 310 mm e até ontem (20/01) choveu 301,5 mm, superando a marca do ano passado que foi de 254 mm. Somente no dia 20 de janeiro choveu 57,3 mm. Estamos muito bem de chuva esse mês. Faltam apenas 7 mm para empatarmos com a média histórica dos últimos 30 anos. O que aconteceu ontem não foi comum, mas Lagoa tem esse problema de escoamento de água da chuva. Acho que esse anos poderemos compensar a escassez de 2014 e 2015”, afirmou.

Continua depois da publicidade.

A secretaria de obras também informou que a limpeza dos bueiros são feitas antes e pós chuva, mas ontem, devido ao volume de água foram causados alguns alagamentos.

Para Alessandra Mota, moradora do bairro Santa Eugênia II, a chuva causou vários prejuízos. “Chegar em casa do trabalho e me deparar com isto é lamentável viu. Da outra vez perdi as camas e o muro, e desta foi a geladeira e a máquina. Até quando isto vai continuar?”, indagou.

De acordo com Poliana Silveira, a população também deveria ter mais consciência e não jogar lixo nas ruas. “Temos que fazer nossa parte também. Vejo muito marmanjo jogando lixo na rua”, afirmou.

Tamires Aparecida também destacou o prejuízo. “Só quem teve sua casa cheia de água sabe como é ruim. A gente perde aquilo que comprou com tanto esforço”.

O Jornal Cidade entrou em contato com o SAAE para saber mais detalhes sobre a situação após a chuva em Lagoa da Prata, mas até o fechamento da reportagem a autarquia não se posicionou.

Veja as fotos (reprodução do facebook e whatsapp):

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp