COMPARTILHAR
Maurício Júnior com o técnico do Diviminas Erom Ferreira
Continua depois da publicidade.

O jogador de Vôlei Maurício Júnior participou no último final de semana juntamente com a equipe do time Diviminas, da cidade de Divinópolis, do Desafio Nacional de Vôlei, no Espírito Santo. Infelizmente o time não venceu a disputa, mas Maurício se destacou na competição como o melhor jogador entre o Diviminas e a equipe Saldanha da Gama, do Rio de Janeiro.

Cerca de 200 atletas de 9 equipes participaram do torneio, que aconteceu no Ginásio Paulo Navarro, em Vitória. De acordo com Maurício, a oportunidade surgiu após ele se destacar em diversos campeonatos realizados na região. “O Erom da Silva, que é o técnico do Diviminas me chamou para disputar esse campeonato, e fiquei muito feliz com os resultados”, firmou.

Continua depois da publicidade.

Maurício Luiz de Oliveira Júnior é filho de Sueli Alves da Silva e de Maurício Luiz de Oliveira. “Sempre gostei de esportes. Comecei aos 10 anos no atletismo, com o Diviminasprofessor Abel Mendes, onde disputei muitos torneios em Minas Gerais e em todo país. Há mais ou menos 2 anos comecei a gostar de vôlei, ai larguei atletismo, mas era algo amador, pois nunca tive um treinador de vôlei. Aprendi a jogar com o ex-jogadores de Lagoa da Prata. Há 1 ano e meio eu venho disputando campeonatos de vôlei e no meu primeiro campeonato, que foi em Piumhi fui destaque, então comecei a gostar mais ainda. Há 3 meses atrás recebi o convite do treinador de Divinópolis pra disputar esse campeonato Nacional e não pensei 2 vezes e aceitei o convite. Foi uma experiência maravilhosa e de alto nível, com equipes fortíssimas”, afirmou.

O atleta ainda frisou que em setembro pretende disputar outro campeonato em Fortaleza-CE. “Fui convidado também para jogar em um torneio que acontecerá em Fortaleza, mas para isso conto com apoio e patrocínio para essa viagem”, afirmou.

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp