Vereadora sugere que Lagoa da Prata tem casos subnotificados de Covid-19

Vereadora sugere que Lagoa da Prata tem casos subnotificados de Covid-19

A parlamentar publicou uma nota nas redes sociais pedindo mais transparência ao executivo lagopratense em relação a divulgação de dados da doença no município.

KARINE PIRES

Na quinta-feira (4), a vereadora Quelli Cássia Couto fez uma publicação no seu Facebook mostrando detalhes sobre o enfrentamento da Covid-19 em Lagoa da Prata. A publicação sugere que a cidade está tendo casos de subnotificação. Ou seja, quando não são divulgados dados transparentes.

Por meio da publicação, a vereadora pede para que a população lagopratense redobre seus cuidados e pede mais transparência do poder Executivo da cidade. Quelli afirma ainda que há cinco pacientes na nova Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e quatro na clínica. A vereadora encaminhou um ofício no dia 12 de março à Fundação São Carlos, mantenedora do hospital São Carlos de Lagoa da Prata, questionando a instituição se havia testes rápidos para os servidores do hospital São Carlos e, caso houvesse, qual seria a quantidade.

A parlamentar também questionou se a Prefeitura, de fato, havia efetivado a proposta de leitos para convênio e quantos leitos seriam disponibilizados. A Fundação São Carlos respondeu à Quelli que está realizando testes rápidos junto aos funcionários. Na nota publicada, a vereadora afirma que a Prefeitura não fez nada até agora em relação aos leitos.

Foto: Reprodução/Internet

Leitos disponibilizados

Nesta semana, o ex-secretário de Saúde Geraldo de Almeida, informou nas redes sociais da Prefeitura, que estava se afastando da Secretaria Municipal de Saúde por meio de um vídeo. Ele falou o motivo de seu afastamento e reiterou os feitos ao longo de sua trajetória na pasta. De acordo com o ex-secretário, um plano de contingência foi deixado nas mãos da nova secretária e que 17 novos leitos foram instalados na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e no Hospital São Carlos.

O que diz a Prefeitura

O Jornal Cidade tentou contato com a Assessoria de Comunicação da Prefeitura, que informou que, em breve, a Secretaria Municipal de Saúde iria elaborar uma nota ou um vídeo para informar sobre a suspeita de subnotificação no município. Na página da prefeitura no facebook, foi publicada uma nota de esclarecimento.

Foto: Prefeitura de Lagoa da Prata.

Incidência de casos 

O Jornal Cidade fez um levantamento de dados no portal do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e concluiu as seguintes informações:  Lagoa da Prata tem uma população estimada em 52 mil habitantes um número bem abaixo do que a capital mineira, Belo Horizonte com 1 milhão de habitantes. No entanto, mesmo com uma população menor, o município possui uma taxa de incidência de 176,4 casos por habitantes, maior que Belo Horizonte que apresenta uma taxa de 85,3 por habitantes.

Assim, como os dados, os boletins epidemiológicos sobre a Covid-19 no portal do IBGE são atualizados diariamente e os números estão sujeitos à mudança.

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄