fbpx

Servidores do sistema prisional de Formiga são alvos da operação

Ainda segundo a polícia, os suspeitos de participar do esquema ocupam altos cargos de direção dentro do sistema prisional do Estado.

A Polícia Civil de Formiga, em parceria com as polícias Militar e penais Estadual e Federal, está realizando a operação ‘Panóptico’, contra servidores do sistema prisional em Formiga nesta quinta-feira (5). Mandados de prisão e busca e apreensão são cumpridos em outras dez cidades do Estado.

De acordo com a Polícia Federal, as investigações tiveram início com as ocorrências de tráfico de drogas, concussão e corrupção passiva, após apreensão de uma barra de maconha com um detento na Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem. Com ele, ainda foi apreendido um aparelho celular com mensagens e cópias de comprovantes bancários em favor da mulher de um servidor, o que indicava a participação de servidores da unidade prisional em suposto esquema de corrupção dentro do presídio. O andamento das apurações indicou a participação de policiais penais, advogados, detentos e de outros estabelecimentos penitenciários, servidores públicos do Departamento Penitenciário de Minas Gerais (Depen-MG) e um assessor parlamentar de um deputado estadual.

Ainda segundo a polícia, os suspeitos de participar do esquema ocupam altos cargos de direção dentro do sistema prisional do Estado. As investigações evidenciam a participação de diversas pessoas, de forma associada, para práticas criminosas que envolvem o recebimento de vantagem indevida em troca de transferências prisionais e outros benefícios dentro do sistema.

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄