Samonte registra primeiro caso de Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica

Samonte registra primeiro caso de Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), trata-se de uma criança de cinco anos, do sexo feminino, que estava internada em Belo Horizonte.

O município de Santo Antônio do Monte registrou o primeiro caso de Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica (SIM-P) em uma criança que testou positivo para COVID-19.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), trata-se de uma criança de cinco anos, do sexo feminino, que estava internada em Belo Horizonte, onde recebeu o diagnóstico e realizou o tratamento. Ainda segundo a Semusa, a criança já recebeu alta.

Conforme a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), a Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica (SIM-P) é rara e ocorre em dias ou semanas depois de uma infecção aguda pelo coronavírus. Ainda segundo a SBP, entre os sintomas da Síndrome estão: insuficiência respiratória, doença renal aguda, insuficiência cardíaca aguda. As crianças também apresentar sintomas semelhantes à doença de Kawasaki, como febre, manchas vermelhas na pele, conjuntivite, edema de pés e mãos.

Netwise

“Nós chamamos a atenção dos pais para este cuidado especial com as crianças. Evitar levar crianças e bebês em locais com aglomeração, estar atento ao uso das máscaras, à higienização das mãos, e também dos brinquedos. Por mais que a maioria das crianças contaminadas pela Covid-19 sejam assintomáticas, elas podem desenvolver esta Síndrome, que demanda uma atenção especial, e em alguns casos, internação”, destaca a secretária municipal de saúde, Carla Santos.

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄