Programa Jovem Cooperativista está de forma integral nas escolas da região

Programa Jovem Cooperativista está de forma integral nas escolas da região

Com a mudança, projeto do Sicoob Lagoacred Gerais deve agregar mais conhecimento aos alunos participantes.

Fotos: Sicoob Lagoacred Gerais

A Educação Financeira não consiste somente em aprender a economizar, cortar gastos, poupar e acumular dinheiro. É muito mais que isso. É buscar uma melhor qualidade de vida desde os primeiros anos, tanto hoje quanto no futuro, proporcionando a segurança necessária para aproveitar a vida e ao mesmo tempo obter uma garantia para eventuais imprevistos. O Programa Jovem Cooperativista vai muito além disso. Ele leva a educação financeira e cooperativista para dentro das escolas públicas e privadas de quatro cidades do Centro-Oeste de Minas.

Lagoa da Prata, Japaraíba, Santo Antônio do Monte e Pedra do Indaiá são os municípios abraçaram o projeto desde o início, sendo o primeiro da região a investir na educação desde os primeiros passos. Com mais de 14 mil alunos atendidos e 39 escolas somente no ano passado, para 2019 o Jovem Cooperativista passou por uma reformulação e está de forma integral nas escolas com uma mentora. Tudo isso para auxiliar os alunos do 1º ao 3º ano do ensino médio. Uma grande novidade para este ano é a inclusão do distrito de Esteios, que também faz parte da área de atuação da cooperativa.

Agregando valor ao programa com toda a sua formação acadêmica, a professora e mentora do Programa Jovem Cooperativista Elizete Teixeira Braga Miranda não esconde a satisfação em apresentar o programa. Ela conta que tem sido muito gratificante estar com eles em todas as escolas e contribuir com o crescimento pessoal e profissional dessa nova geração é de extrema relevância.

“No início nem todos participavam, mas ao longo dos encontros a participação tem crescido muito, inclusive dos professores. As dinâmicas são animadas, o que contribui para um momento descontraído. Os temas abordados são atuais, levando os alunos a questionarem diversas situações. Fico impressionada como alguns têm uma visão exatamente com o perfil do programa, apresentam ideias muito significativas que devem ser apoiadas”, contou.

Para a professora acredita nas potencialidades desses jovens, e o programa veio em um momento apropriado, para ampliar mentes e auxiliar o caminho que esses jovens “têm sede de trilhar”.

Netwise

E foi pensando nessa sede de trilhar caminhos que o supervisor de comunicação e marketing e responsável pelo projeto, Philip Rubens, trouxe essa nova proposta. Para dar mais dinamismo para as turmas do 1º ao 3º ano, que em breve irão se tornar empreendedores de sucesso.

“Todos os anos temos o desafio de tornar o programa mais efetivo, estar com ele mais vezes presente dentro das escolas. Por tanto, nesse ano lançamos este modulo com uma pedagoga, que desde junho está presente no ensino médio e realiza trabalhos com temas relacionados ao cooperativismo, educação financeira e empreendedora. Com isso o programa ganhou força e tem a oportunidade de trabalhar temas que fazem a diferença para os jovens que participam”, reforça.

Outra novidade é a chegada da publicitária Samantha Reis. Também a frente do programa, ela alterou todo o material visual do Programa Jovem Cooperativista.

“Todo o material foi pensando de forma que as ilustrações tenham mais vida e chamassem a atenção dos alunos envolvidos. Além disso, devemos fortalecer a marca Jovem Cooperativista dando mais visibilidade aos projetos sociais do Sicoob Lagoacred Gerais”, finalizou.

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄