Prefeitura de Lagoa da Prata emite nota sobre a possível morte de bebê por covid-19

Prefeitura de Lagoa da Prata emite nota sobre a possível morte de bebê por covid-19

De acordo com o último boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde de Lagoa da Prata, o município tem 2400 casos confirmados e destes, 116 ativos, sendo 41 óbitos registrados.

Um vídeo de uma reportagem da Tv Record, que circula nas redes sociais da cidade, informou nesta manhã (11), que um óbito de uma criança com idade menor que 1 ano teria ocorrido em Lagoa da Prata. No entanto, a Prefeitura informou que a morte da criança aconteceu devido a uma complicação na síndrome neurológica —   na qual, ela era portadora. O caso está sendo investigado pela Superintendência Regional de Saúde para saber se a criança faleceu por covid-19. Confira abaixo a nota na íntegra:

A respeito da reportagem veiculada pela TV Record e que foi amplamente compartilhada em redes sociais na manhã desta quinta-feira, 11 de março, a Secretaria Municipal de Saúde informa que no dia 23 de janeiro de 2021, Lagoa da Prata registrou um óbito infantil, de uma criança de nove meses, portadora de síndrome neurológica genética. Na declaração de óbito emitida pelo médico responsável, o óbito se deu em decorrência de complicação neurológica decorrente da síndrome. A Superintendência Regional de Saúde de Divinópolis informou que está reavaliando o óbito para concluir se trata ou não de Covid-19.

Netwise

Morte de bebês na região por covid-19

Na região, um bebê de 8 meses faleceu em Nova Serrana, e em Campo Belo um bebê de 3 meses também faleceu vítima da doença. Das mortes registradas em Minas Gerais, 0,6% são crianças menores de um ano.  Nesta quarta-feira (10), o Hospital São Carlos chegou à sua capacidade máxima de lotação de leitos para covid-19. De acordo com o último boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde de Lagoa da Prata, o município tem 2400 casos confirmados e destes, 116 ativos, sendo 41 óbitos registrados.

 

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄