Prefeitura de Lagoa da Prata cancela carnaval e alega falta de segurança

Prefeitura de Lagoa da Prata cancela carnaval e alega falta de segurança

o prefeito Paulo César Teodoro e o vice prefeito Roberto em entrevista para rádio Veredas
Forças de segurança temeram a superlotação da cidade durante a festa. LP poderia receber os foliões dos 13 municípios da região que cancelaram o carnaval

 

Com o cancelamento do carnaval em vários municípios da região, a prefeitura de Lagoa da Prata ficou com receio de que os foliões pudessem migrar em peso para a cidade, que não teria capacidade para comportar tantos turistas. De acordo com o prefeito Paulo César Teodoro, o Ministério Público, as polícias Militar e Civil, e a Guarda Civil Municipal fizeram o alerta com relação à dificuldade de garantir tranquilidade e conforto a tantas pessoas. “Lagoa da Prata não tem essa estrutura para garantir
a segurança e receber todo esse público. Sem contar que a Polícia Militar não consegue aumentar o seu efetivo. Não podemos colocar em risco a segurança de ninguém. Isso é uma questão de responsabilidade. Fora a saúde, que precisamos ter um suporte para atender as pessoas, além da população. Fazer um carnaval sem essa estrutura seria uma irresponsabilidade muito grande”, explica o prefeito.

[pull_quote_right]Lagoa da Prata não tem essa estrutura para garantir a segurança e receber todo esse público. Sem contar que a Polícia Militar não consegue aumentar o seu efetivo. Não podemos colocar em risco a segurança de ninguém. Isso é uma questão de responsabilidade. Fora a saúde, que precisamos ter um suporte para atender as pessoas, além da população. Fazer um carnaval sem essa estrutura seria uma irresponsabilidade muito grande[/pull_quote_right]

Diferentemente dos outros municípios que cancelaram o carnaval, Lagoa da Prata não tem, até o momento, escassez de água e dinheiro. O secretário de Cultura e Turismo, Júnior Nogueira, afirmou que a prefeitura
reservou R$ 280 mil para investir na festa. Segundo ele, com o cancelamento os recursos serão empenhados em outros eventos públicos.

O promotor de justiça Luiz Augusto de Rezende Pena avalizou a decisão da administração municipal. “A bem da prudência e do bom senso, parabenizo o prefeito Paulinho pela decisão tomada, no sentido de limitar as festividades carnavalescas em Lagoa da Prata. O cenário, de fato, não favorece, não só pelos riscos generalizados de falta d´água, atual ou iminente, mas também dos outros riscos que poderiam vir a ser suportados pelo Município, em razão da excessiva aglomeração de pessoas advindas das cidades vizinhas que entenderam por bem suprimir, por completo, a realização do carnaval neste ano de 2015”, afirma.

Netwise

 
FESTA ALTERNATIVA

 

Durante os dias de carnaval, a prefeitura de Lagoa da Prata irá promover um festival de cultura na Praia Municipal, com a participação de bandas e artistas locais, oficinas de arte, campeonato de slackline e a eleição da rainha do carnaval e do rei momo. A programação será realizada de 10h às 18h.

 
NA REGIÃO

 

O cancelamento do carnaval afetou 13 cidades da região centro-oeste do Estado. Os municípios Carmópolis de Minas, Itaguara, Itapecerica, Oliveira e São Gonçalo do Pará alegaram problemas hídricos. As prefeituras de Passa Tempo, Carmo da Mata, Mateus Leme, Formiga, Santa Maria de Itabira, Arcos, Piracema, São Francisco de Paula e Cláudio cancelaram a festa por motivos financeiros.

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄