Parcerias e fortalecimento do polo de Nova Serrana são desafios da nova liderança da Assintecal na região

Parcerias e fortalecimento do polo de Nova Serrana são desafios da nova liderança da Assintecal na região

À frente da Atta Injetados, Atson Bessas assumiu como vice-presidente da Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos.

Proporcionar o fortalecimento comercial do polo calçadista de Nova Serrana, e fomentar grandes parcerias. Esse é o principal desafio de Atson Bessas, novo vice-presidente da Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos (Assintecal) na região. Pelos próximos dois anos, ele vai atuar junto com outros 12 empresários que compõem a diretoria da entidade, sob o comando do presidente Gerson Luis Berwanger.

O polo de Nova Serrana está entre os principais do país, com 1,2 mil fábricas de calçados e grande variedade de produção.

Anualmente, o polo produz cerca de 100 milhões de pares de calçados. “O atual mercado tem nos proporcionado grandes desafios no abastecimento e nos custos. Este ano nos trouxe grandes ensinamentos. Resiliência é a palavra de ordem do momento”, revela. Trabalhar para garantir o aumento das exportações de componentes também está entre os objetivos da nova liderança da entidade.

Quem é o vice-presidente

Netwise

Filho de empresário do ramo calçadista, Atson trabalha desde os nove anos em empresa familiar. “Comecei meu próprio negócio, juntamente com meu irmão, no ano de 2000. Em 2007, fundamos a Atta Injetados”, destaca o sócio-diretor. A empresa atua no ramo de injetados de polímeros, com ênfase em calçados esportivos. “A partir de 2010, fizemos grandes investimentos, o que nos permitiu ser referência no setor de EVA, como produtores de solados e transformadores de resina. Atuamos nos ramo de calçados, brinquedos e off-shore”, explica.

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄