fbpx

O importante papel de ser mãe

“Mães, de vós outras é que depende a salvação do mundo”. A afirmação é do famoso escritor russo Leon Tolstoi, que ficou órfão aos nove anos de idade e sentiu na pele a falta de ter uma mãe sempre ao lado, amparando, cuidando e o ensinando para a vida.

Ser mãe é assumir um papel desafiador, de educar os f lhos para fazerem diferença
na sociedade onde vivem. Papel de ensinar para os pequenos os valores essenciais à vida, como o amor, a solidariedade e o respeito.

Ser mãe é abrir mão de suas próprias vontades para se deslumbrar ao ver os filhos se revelando em suas próprias características, e observar suas descobertas, conquistas e aprendizados.

Ser mãe é descobrir que é possível amar alguém muito além de si mesma. É sentir-se invadir de felicidade perante o milagre da vida. É sentir o coração pulsando fora do peito. É sentir-se apreensiva ao ver os filhos alçando seus próprios voos. Caminhando
para a vida.

Ser mãe é esperar ansiosamente pelo momento de renovar as emoções e experimentar a alegria de ver os fi lhos dos filhos e descobrir-se avó. Em um mundo onde o “eu” ganha cada vez mais espaço, é preciso que as mães invistam tempo em seus filhos. Tempo de qualidade. Tempo para estar ao lado, para brincar, para rir e para chorar. Tempo para mostrar o certo e o errado. Tempo para ouvir e compreender. Tempo para ensinar que a vida é feita de escolhas e que estas trazem consequências.

Tolstoi morreu em 1910, aos 82 anos. Entre seus escritos, deixou muitas lições para o mundo, lições como a desta forte afirmação que coloca sobre as mães a responsabilidade de construir um mundo melhor.

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄