fbpx

Minas Gerais já tem quase 50 mil casos suspeitos de Covid-19

Além disso, outras 100 mortes estão em investigação e 559 casos da Covid-19 foram confirmados em Minas Gerais. O secretário de Saúde de Minas Gerais, Carlos Eduardo Amaral, disse nesta segunda-feira (6) que o pico do novo coronavírus no estado está previsto para entre os dias 25 e 27 de abril.

Minas Gerais já teve 11 mortes confirmadas em decorrência do novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde nesta terça-feira (7). Até à véspera, eram nove óbitos confirmados no estado.

Além disso, outras 100 mortes estão em investigação e 559 casos da Covid-19 foram confirmados em Minas Gerais. Os casos suspeitos já chegam a 49.652, ainda aguardando resultados de exames laboratoriais.

As duas novas mortes confirmadas entre segunda-feira e esta terça são de um idoso de 78 anos natural de Pouso Alegre, no Sul do Estado, e de uma moradora de Belo Horizonte com 60 anos.

Confira:

Pico da doença no estado

O secretário de Saúde de Minas Gerais, Carlos Eduardo Amaral, disse nesta segunda-feira (6) que o pico do novo coronavírus no estado está previsto para entre os dias 25 e 27 de abril.

O boletim mais recente confirmou nove mortes pela Covid-19. O estado ainda investiga outras 119. Além disso, são 525 casos confirmados em Minas e os suspeitos somam 47.715, ainda aguardando resultados de exames laboratoriais.

A declaração foi dada durante uma entrevista coletiva virtual, com as presenças ainda do secretário adjunto, Luiz Marcelo Cabral, e com o subsecretário de Vigilância em Saúde, Dario Ramalho. Na ocasião, eles falaram sobre a incidência do Covid-19 na faixa etária entre 20 e 59 anos e ainda sobre a importância do isolamento social e do uso de máscaras na prevenção contra o coronavírus.

Faixa etária com mais vítimas

Os estudos indicam, desde o início do mapeamento da doença, que os idosos, além de doentes crônicos, são um grupo de risco preocupante e mais suscetível à contaminação, em Minas, boa parte dos infectados têm idades entre 20 e 59 anos.

A explicação, segundo a secretaria, é que como é a faixa etária que mais circula na cidade, porque o isolamento de idosos é mandatório, essas pessoas estão mais expostas ao vírus.

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄