fbpx

Melhor juvenil do mundo no salto triplo inicia temporada rumo ao Rio 2016

Mineira de Lagoa da Prata, Núbia Soares, de 18 anos, se prepara para troféu. Brasil de Atletismo e Mundial de Pequim e busca quebra de recorde mundial

 

A melhor atleta juvenil do mundo no salto triplo, Núbia Soares, quer ir além em 2015. Recordista sul-americana sub-23 e líder do ranking mundial de 2014 entre as atletas de até 20 anos, a mineira de Lagoa da Prata já traçou seu primeiro objetivo para fazer uma temporada melhor que a do ano passado e continuar sonhando com uma participação nas Olimpíadas:  quer superar a marca de 14,22m – conquistada no Troféu Brasil em 2014 –  para bater o recorde mundial de 14,60 m. Para saltar mais distante, a atleta, de 18 anos, treina em São Paulo e faz terapias para ficar livre da dor e prevenir lesões. Paralelamente a esse objetivo, a mineira ainda segue na preparação para disputar o Troféu Brasil de Atletismo 2015 e o Mundial de Pequim.

nubia_soares_3 Desde a conquista do Troféu Brasil de 2014 venho treinando muito. Ainda não participei de nenhuma competição em 2015, mas a rotina de treinamentos diários segue, pois meu objetivo agora é bater o recorde mundial e conquistar bons resultados nas próximas competições para conseguir índice para as Olimpíadas de 2016 – contou Núbia Soares.

Para atingir as metas,  a mineira tem uma rotina de treinos pesada que deixa marcas e dores pelo corpo. Recentemente, Núbia sofreu inflamação nos joelhos e passou por um tratamento com base de aplicação de PRP (Plasma Rico em Plaquetas), para aliviar as dores e tratar a inflamação. O PRP é uma terapia biológica que consiste em injetar nas lesões uma concentração de fatores de reparação tecidual do próprio sangue extraídos das plaquetas. (veja no infográfico abaixo).

Núbia Soares conta que o procedimento tem o objetivo de melhorar o recrutamento de células tronco provenientes da medula óssea, aumentando as chances de uma melhor cobertura fibro-cartilaginosa da lesão. Segundo a atleta, a aplicação da terapia auxiliou na dor e que duas semanas após o tratamento já estava de volta às atividades.

plasma-rico-em-plaquetas

Ela estava com inflamação nos dois joelhos e com muita dificuldade de treinar. Então o médico da equipe optou a fazer a aplicação de PRP, e reagi muito bem. É a primeira vez que faço esse tipo de tratamento e estou evoluindo bem. Treinar com dor não dá e não quero nem pensar em sofrer uma lesão mais séria antes do início das competições. Sem lesões agora é seguir firme atrás das medalhas de ouro –  finalizou.

A primeira oportunidade para a atleta faturar ouro é em maio durante Troféu Brasil de Atletismo 2015, que acontece entre os dias 14 e 17 de maio, em São Bernardo do Campo. Depois, ela se prepara para o Mundial de Pequim, na China, de 22 a 30 de agosto.

Por: Globo Esporte

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄