Lixos espalhados pelas ruas é um grande problema em Lagoa da Prata

Lixos espalhados pelas ruas é um grande problema em Lagoa da Prata

O Jornal Cidade conversou com alguns moradores que reconhecem que o problema também é da própria população, que espalha o lixo sabendo que é errado. O ambientalista Saulo Castro salienta sobre os problemas que o acúmulo de lixo pode trazer ao meio ambiente.

A quantidade de lixos espalhados pelas ruas de Lagoa da Prata tem causado incômodo em grande parte da população. Segundo o portal Mundo Educação, um dos principais problemas encontrados nas cidades é o lixo sólido, aquela acumulação dos objetos consumidos que nem sempre possuem um lugar e um tratamento adequado. Então são jogados fora.

Esses lixos acumulados na esquina de casa, no entanto, podem trazer problemas como entupimento de bueiros, o que pode resultar em enchentes e alagamentos. Mas, além disso, também pode trazer grandes consequências ao meio ambiente, como explica o ambientalista de Lagoa da Prata, Saulo Castro.

“O lixo que vemos espalhado pela cidade e amontoado em lotes vagos por toda parte é consequência de um descaso e negligência por parte das autoridades. As consequências para o meio ambiente são enormes devido a contaminação do solo e envenenamento dos recursos hídricos pelos agentes contaminantes. A solução para essa questão parte principalmente de iniciativa dos agentes públicos e vontade de resolver o problema. Enquanto contratos vultosos forem celebrados entre a Prefeitura e administradores de aterro sanitário na forma como são priorizando os valores envolvidos e sem levar em conta a questão ambiental, a situação só tende a piorar”, contou.

A professora Iêda Duarte, moradora do Bairro Paradiso, contou ao Jornal Cidade que o lixo no bairro tem sido algo que tem incomodado muito. “Principalmente, por ser um local onde há muitos escorpiões. E boa parte da culpa disso é da própria população. Acho que é um conjunto, uma gestão eficiente de coleta e a conscientização da população sobre os perigos do acúmulo de lixo. É responsabilidade de todos”.

Assim como citado por Iêda, a Vigilância Sanitária (VS) disse à redação que, em relação às notificações que eles registram sobre lesões de animais peçonhentos, a maioria são de escorpiões.

O empresário Marcelo Ferreira, morador do Bairro Cidade Jardim, disse que vê muita gente espalhando lixo, sabendo que está errado. “Tiram os lixos das suas casas, e jogam em algum canto. O que mais me espanta é ver que são casas com estrutura, pessoas que contratam profissionais e não têm a capacidade de arrumar uma caçamba ou se organizar para que a Prefeitura colete”, relatou.

O Jornal entrou em contato com a Prefeitura de Lagoa da Prata, onde foi feito perguntas como “No caso de lixo acumulado nos bairros, o que é de responsabilidade da Prefeitura e o que é da população?” e “Além dos trabalhos de rotina, o que mais é feito”, mas até o fechamento desta matéria, não obtivemos resposta. Portanto, o jornal deixa este espaço em aberto para que a Prefeitura esclareça os detalhes para a população.

Confira o cronograma de coleta seletiva realizado pela Ascalp:

 

Segunda-feira

 

Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira Sábado
Manhã – Marília

– Maria Fernanda II

 

– Américo Silva – Santa Alexandrina

– Santa Eugênia (Região Museu)

– Marília

– Santa Helena

– Monsenhor Alfredo

– São José – Américo Silva

– Santa Cruz

– Santa Helena

– Monsenhor Alfredo

– Clara Luciano

– Ângelo Teodoro

Tarde – Nossa Senhora das Graças

– Etelvina Miranda

– Paradiso

– Santa Eugênia II

São Francisco

Vila Mendonça

 

– Mangabeiras

– Gomes

– Chico Miranda

– Maria Fernanda I

– Cidade Jardim

– Ernesto Bernardes

– Cel. Luciano

– Sol Nascente

– Santa Helena – Mangabeiras

– Gomes

– Sion

– São Carlos

– Coronel Luciano

– Sol Nascente

– Cidade Jardim

– Américo Silva II

– Ernestina Bernardes

– Guadalupe

 

Centro e Avenida Brasil: diariamente após às 17h.

A Ascalp pede à população que separe o lixo e coloque na porta da residência.

Confira também o cronograma completo de coleta nos bairros, realizado pela Prefeitura de Lagoa da Prata:

Segunda-feira

 

Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira Sábado
Manhã – São José

– Santa Alexandrina

– Santa Eugênia

– Marília

– São Francisco

– Maria Fernanda II

– Rodolfo Pio

– Palmeiras

– Martins Guimarães

 

– Américo Silva

– Santa Cruz

– Santa Helena

– Monsenhor Alfredo

– Clara Luciano

– Ângelo Teodoro

– Cidade Nova

– São José

– Santa Alexandrina

– Santa Eugênia

– Marília

– São Francisco

– Maria Fernanda II

 

– Américo Silva

– Santa Cruz

– Santa Helena

– Monsenhor Alfredo

– Clara Luciano

– Ângelo Teodoro

– Martins Guimarães

– São José

– Santa Alexandrina

– Santa Eugênia

– Marília

– São Francisco

– Maria Fernanda II

– Rodolfo Pio

– Palmeiras

– Cidade Nova

 

– Américo Silva

– Santa Cruz

– Santa Helena

– Monsenhor Alfredo

– Clara Luciano

– Ângelo Teodoro

Tarde – Paradiso

– Santa Eugênia II

– Etelvina Miranda

– Buritis

– Chico Rezende

– Vila Mendonça

– Maria Fernanda I

– Chico Miranda

– Santa Helena

 

– Mangabeiras

– Gomes

– Sion

– São Carlos

– Coronel Luciano

– Sol Nascente

– Cidade Jardim

– Américo Silva II

– Ernestina Bernardes

– Guadalupe

– Paradiso

– Santa Eugênia II

– Etelvina Miranda

– Buritis

– Chico Rezende

– Vila Mendonça

– Maria Fernanda I

– Chico Miranda

– Santa Helena

– Mangabeiras

– Gomes

– Sion

– São Carlos

– Coronel Luciano

– Sol Nascente

– Cidade Jardim

– Américo Silva II

– Ernestina Bernardes

– Guadalupe

– Paradiso

– Santa Eugênia II

– Etelvina Miranda

– Buritis

– Chico Rezende

– Vila Mendonça

– Maria Fernanda I

Netwise

– Chico Miranda

– Santa Helena

– Mangabeiras

– Gomes

– Sion

– São Carlos

– Coronel Luciano

– Sol Nascente

– Cidade Jardim

– Américo Silva II

– Ernestina Bernardes

– Guadalupe

 

Área comercial: Centro e Avenida Brasil: De segunda a sábado após às 16h

 

Foto: Pablo Dhelleyon/Arquivo Pessoal.
Foto: Pablo Dhelleyon/Arquivo Pessoal.

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄