Lagoa da Prata - Vereadores trocam acusações na internet

Lagoa da Prata – Vereadores trocam acusações na internet

Roupa suja se lava em público. Pelo menos foi o que mostraram os vereadores Quelli Cássia/PPS e Adriano Moreira (PROS), que trocaram acusações de cunho pessoal em postagens no Facebook na semana passada. Tudo começou quando um perfil falso publicou uma crítica ao vereador, que também é servidor concursado da prefeitura e atualmente trabalha no pronto atendimento municipal, de se beneficiar politicamente das transferências de pacientes obtidas por meio do SUS Fácil.

A vereadora Quelli entrou na discussão e corroborou com as informações apresentados pelo falso perfil. “Estranho, recebi diversas reclamações de vários funcionários dizendo que o vereador Adriano Moreira estava correndo atrás das pessoas para dizer que o mérito de ter conseguido vagas de transferências era dele e do prefeito, sendo que na verdade essas vagas são disponibilizadas pelo regulador do sistema SUS Fácil conforme a gravidade de cada caso”, afirmou.

[pull_quote_left]Passei no concurso num dos primeiros lugares, aliás, fiz alguns concursos na prefeitura e passei em primeiro na maioria deles. Não preciso ser namorado ou amasiado para conseguir cargos na PMLP (Prefeitura Municipal de Lagoa da Prata), diferente de vossa excelência[/pull_quote_left]

Netwise

De acordo com a vereadora, Moreira é servidor efetivo da prefeitura e trabalha no CRAS do bairro Gomes, de segunda a sexta, de 12:00 às 18:00 horas, não podendo estar no pronto-socorro. “Enviei um ofício para saber da real situação, e a resposta que recebi é de que o funcionário não tem nenhum vínculo empregatício com a fundação e o PAM. Então qual é a verdadeira função dele lá? Não adianta entrar pela porta da frente e sempre ficar no banheiro”, critica.

Moreira respondeu que é concursado como assistente social na prefeitura e está trabalhando no PAM com o vínculo de servidor efetivo. Em resposta à acusação da vereadora Quelli, o vereador partiu para o ataque. “Passei no concurso num dos primeiros lugares, aliás, fiz alguns concursos na prefeitura e passei em primeiro na maioria deles. Não preciso ser namorado ou amasiado para conseguir cargos na PMLP (Prefeitura Municipal de Lagoa da Prata), diferente de vossa excelência.

[pull_quote_right]Enviei um ofício para saber da real situação, e a resposta que recebi é de que o funcionário não tem nenhum vínculo empregatício com a fundação e o PAM. Então qual é a verdadeira função dele lá? Não adianta entrar pela porta da frente e sempre ficar no banheiro[/pull_quote_right]

Estou no PAM com o vínculo de concursado e vossa excelência quando trabalhou na saúde sua graduação era seu vínculo com o Marlúcio (ex-secretário de Administração e esposo de Quelli)”. Marlúcio entrou na discussão e defendeu a vereadora, afirmando que quando a conheceu ela já era empregada pública municipal. “A Quelli entrou no serviço público através de seleção pública para Agente
Comunitária de Saúde – PSF do bairro Gomes, e não como sugere você… os cargos de confiança que exerceu no mandato anterior não foram por meu intermédio, até porque não a conhecia até então. Ela sempre demonstrou, e continua, agora como vereadora, demonstrando competência em tudo que faz”.

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄