Lagoa da Prata tem primeira morte suspeita por coronavírus

Lagoa da Prata tem primeira morte suspeita por coronavírus

Até na sexta-feira (3), Lagoa da Prata tinha oito casos confirmados. O município ainda está investigando 158 possíveis casos.

O município de Lagoa da Prata tem enfrentado um aumento contínuo no número de casos de Covid-19. Neste domingo (5), o secretário de Saúde, Geraldo de Almeida, por meio de um boletim diário em vídeo, informou que o município está investigando um óbito por Covid-19.

“Sobre o óbito, foi coletado o material e encaminhado para exame. Assim que tivermos o resultado iremos noticiar.”

O Jornal Cidade solicitou mais detalhes sobre o óbito e aguarda retorno da Secretaria de Saúde da cidade. 

Além disso, onze casos já foram confirmados, 158 notificados e, destes, 140 são suspeitos. Dos 11 casos investigados, 9 estão sendo acompanhados em suas residências, um está no Centro de Terapia Intensiva (CTI) e um já está recuperado. “Quero chamar  a atenção para as faixas etárias entre 25 a 40 anos, onde temos 64 pessoas notificadas, ou seja, quase a metade das notificações estão nessa faixa. Tivemos também um aumento de notificações dos idosos”.

Faixas etárias em investigação:

  •  Menor de 1 ano – 2
  • 1 a 10 anos – 16
  • 11 a 20 anos – 22
  • 21 a 30 anos – 31
  • 31 a 40 anos – 34
  • 41 a 50 anos – 22
  • 51 a 60  anos – 14
  • 61 a 70 anos – 8
  • 71 a 80 anos -8
  • 81 ou maior – 1

Geraldo ainda explicou o motivo da diferença de dados entre o que o município divulga e o que a Secretaria Estadual de Saúde (SES) apresenta. “Nossa Vigilância Epidemiológica  tem as informações em tempo real, pois à medida que os médicos notificam, eles comunicam o pessoal da vigilância online. O Estado demora para computar os dados que são de todos os municípios”.

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄