fbpx

Lagoa da Prata – Registros de acidentes caem pela metade após instalação de quebra-molas

Estatísticas da Polícia Militar apontam redução de 50% nos registros de acidentes de trânsito, denúncias de direção perigosa e excesso de velocidade nos últimos sessenta dias em Lagoa da Prata. De acordo com informações do assessor de comunicação da PM, soldado Cotta, os números podem estar relacionados com a instalação dos quebra-molas. “Após a instalação dos quebra-molas, temos percebido que a população tem se sentido mais segurança ao trafegar pelas ruas. Os quebra-molas têm ajudado muito na diminuição nos crimes de excesso de velocidade e direção perigosa”, afirma o militar.

O policial ainda comentou sobre o perfil dos condutores que geralmente protestam contra instalação dos redutores de velocidade. “Muitos reclamam que os veículos agarram no quebra-molas. Mas os veículos que saem de fábrica sem nenhuma alteração passam normalmente pelos redutores. As pessoas que gostam de rebaixar veículos, que colocam pesadas caixas de som no porta-malas, ou que usam pneus de perfil baixo, certamente terão problemas com seus veículos ao passarem pelos quebra-molas”, alerta.

Cota ressalta que a Polícia Militar recebia muitas reclamações de pais sobre o excesso de velocidade próximo às escolas. “Muitos alunos vão às aulas de bicicletas ou a pé. Com os quebra-molas a redução da velocidade na cidade pode ocasionar um pouco mais de tranquilidade aos pais”.

Com relação aos motociclistas, o policial reconhece que o quebra-molas pode não ter a mesma eficiência em reduzir a velocidade dos condutores. “Mas inibe o motoqueiro. Aqueles que andam em alta velocidade podem passar nos cantos dos quebra-molas, mas inibe um pouco, pois eles têm medo de passar em alta velocidade e cair. Já aconteceram vários acidentes com motoqueiros arruaceiros que ficam aos finais de semana na avenida Brasil praticando direção perigosa”.

A Polícia Militar informa que as operações de fiscalização de trânsito irão continuar em várias regiões da cidade.

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄