fbpx

Lagoa da Prata – Núbia Soares vence Troféu Brasil

Com apenas 18 anos, Núbia Soares vence Troféu Brasil com 14,22m, faz melhor marca juvenil da temporada e deixa a finalista olímpica Keila Costa com a prata

 

 

No meio das maiores estrelas do atletismo nacional, quem se destacou no último dia do Troféu Brasil foi uma jovem atleta de 18 anos. Núbia Soares venceu o salto triplo com a marca de 14,22m, superando a experiente Keila Costa, que já disputou final olímpica e ficou com a prata neste domingo, com 14,06m. A marca da jovem atleta é o novo recorde sul-americano sub-23, além de colocá-la na liderança do ranking mundial de 2014 entre as atletas de até 20 anos. Após o resultado, que veio no quinto dos seis saltos, Núbia comemorou muito e foi ovacionada pelo público presente no estádio do Ibirapuera, em São Paulo.

[pull_quote_left]Eu falei que essa marca ia sair, então quem não acreditou está vendo agora. Estou muito, muito feliz. Eu queria superar os 14 metros, então foi melhor do que o esperado, fiz uma marca bem acima[/pull_quote_left]

“Eu falei que essa marca ia sair, então quem não acreditou está vendo agora. Estou muito, muito feliz. Eu queria superar os 14 metros, então foi melhor do que o esperado, fiz uma marca bem acima”, comentou a atleta, que nasceu em Lagoa da Prata, Minas Gerais.

Núbia participou do Mundial de Menores, para atletas até 18 anos, no ano passado, e ficou na quarta posição. Este ano, no Mundial Juvenil, até 20 anos, a mineira competiu com uma lesão e, mesmo assim, terminou na oitava posição. Apesar de muito jovem, ela já sonha com os Jogos Olímpicos de 2016:

“As Olimpíadas estão aí, quero ir para o Rio de Janeiro. Mas ainda tenho que treinar muito”, disse a atleta.

Como comparação, se a marca de 14,22m fosse feita nos Jogos Olímpicos de Londres, Núbia terminaria na nona posição, a melhor da história de uma brasileira na prova.

 

Fabiana e Duda acompanham pupilos

 

Os campeões mundiais Fabiana Murer, do salto com vara, e Mauro Vinicius, do salto em distância, abriram mão de disputar o Troféu Brasil de Atletismo, mas foram ao Estádio do Ibirapuera acompanhar suas provas.

Duda, com uma lesão no tornozelo, viu Higor Alves vencer no salto em altura com a marca de 8,18m. O resultado de Higor não chegou a surpreender o campeão mundial indoor, que já conhecia o talento do colega. Higor, de apenas 20 anos, fez a marca que lhe coloca em 15º no ranking mundial deste ano, e projeta um 2015 promissor:

“Na próxima temporada, quero disputar o Campeonato Mundial e algumas etapas da Diamond League. É muito importante essa regularidade, de sempre saltar acima dos 8 metros”, disse o atleta, que tinha como melhor marca na carreira 8,14m.

Fabiana, líder do ranking mundial na temporada do salto com vara e campeã da Diamond League, alegou cansaço e não disputou a prova. Mas foi prestigiar as companheiras. Da arquibancada, acompanhou Patrícia dos Santos ganhar a competição com 4,20m, marca 65cm mais baixa que o recorde sul-americano da prova, feito por Fabiana em 2011.

 

Ana Cláudia brilha de novo

 

A velocista Ana Cláudia Lemos mostrou mais uma vez que é a atleta mais rápida do país. Depois de vencer os 100m na quinta-feira, ela deixou todas as rivais para trás e conquistou a medalha de ouro nos 200m rasos, com o tempo de 22s81. A campeã pan-americana da prova comemorou o resultado:

“Foi muito bom ter corrido abaixo dos 23s. Fiquei muito feliz”, resumiu a atleta, que deixou para trás Kaiuza Venâncio, que correu a prova em 23s29.

Entre os homens, o vencedor foi Aldemir Gomes com o tempo de 20s32.

 

Irmãs “trocam de posição” e levam ouro

 

No sábado, Jucilene Sales de Lima bateu o recorde sul-americano do lançamento do dardo e conquistou a medalha de ouro no Troféu Brasil. Neste domingo, Jailma Sales de Lima, sua irmã mais velha, venceu os 400m com barreiras com o tempo de 57s43.

Na sala de imprensa, Jucilene berrou, gritou e vibrou muito com o triunfo da irmã mais velha, praticamente esquecendo todo o cansaço da prova de sábado. Após o vitória, um abraço fraternal.

A marca de Jucilene no lançamento do dardo foi o único recorde sul-americano batido em todo o Troféu Brasil, encerrado neste domingo, no Ibirapuera, em São Paulo

 

Finalista olímpica é prata no peso

 

Geisa Arcanjo teve um ano de 2014 complicado. Depois de ser finalista olímpica em 2012 e ter uma temporada de 2013 irregular, a atleta desistiu do esporte no começo de 2014, ficou cinco meses sem treinar, e retornou em maio. Aos 23 anos, Geisa não ficou contente com a prata conquistada no Troféu Brasil. Ela terminou a competição com 17,20m, quase dois metros abaixo de seu resultado nos Jogos de Londres 2012.

– Não foi bom não, agora é trabalhar. Queria arremessar acima dos 18 metros, mas não consegui – disse a atleta, que foi superada por Keely Medeiros.

 

São Caetano termina com o título

A equipe de São Caetano conquistou pela 13ª consecutiva o título do Troféu Brasil de Atletismo. O time do ABC paulista, somou 534 pontos na classificação geral, contra 399 do Pinheiros, segundo colocado. Em terceiro lugar, ficou a Orcampi, com 238,5 pontos.

 

RESULTADOS – DIA 12/10

5000m masculino
1-) Joilson da Silva – 14m00s81
2-) Robson de Lima – 14m00s97
3-) Carlos Antonio dos Santos- 14m02s50

400m com barreiras masculino
1-) Hederson Estefani – 49s59
2-) Artur Tarezan – 49s83
3-) Mahau Suguimati – 49s97

Salto triplo feminino
1-) Nubia Soares 14,22m
2-) Keila Costa 14,06m
3-) Tania Ferreira 13,89m

400m com barreiras feminino
1-) Jailma Sales 57s43
2-) Liliane Fernandes – 58s17
3-) Lucimar Teodoro – 58s67

200m rasos feminino
1-) Ana Cláudia Lemos 22s81
2-) Kaiuza Venâncio – 23s29
3-) Vanda Gomes – 23s37

1500m feminino
1-) Flavia Maria de Lima – 4m19s15
2-) Juliana Gomes dos Santos – 4m19s38
3-) Tatiana Araújo – 4m24s22

Arremesso do peso feminino
1-) Keely Medeiros – 17,58m
2-) Geisa Arcanjo – 17,20m
3-) Renata Severiano – 16,25m

800m masculino
1-) Cleiton Abrão – 1m45s59
2-) Lutimar Paes – 1m46s23
3-) Lucas Rodrigues – 1m46s50

Salto com vara feminino
1-) Patricia dos Santos – 4,20m
2-) Karla da Silva- 4,10m
3-) Aline Gonçalves – 4,00m

110m com barreiras
1-) Jonatha Mendes – 13s53
2-) Eder Souza – 13s65
3-) Jonathas Brito – 13s73

Salto em distância masculino
1-) Higor Alves – 8,18m
2-) Paulo Sérgio Oliveira – 7,91m
3-) Danylo Martins – 7,88m

Lançamento do dardo masculino
1-) Julio Cesar Miranda – 76,01m
2-) Jander Nunes – 69,79m
3-) Lucas da Silva – 67,33m

 

Fonte: Globo Esporte

 

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄