Lagoa da Prata intensifica ações contra o Aedes aegypti

Lagoa da Prata intensifica ações contra o Aedes aegypti

Mosquito da dengue. (Ilustração/reprodução da internet)

Um processo seletivo para a contratação de novos agentes de combate a endemias para a composição do quadro de funcionários do município já está previsto

*Com informações: G1

O alto número de casos suspeitos de dengue em 2019 fez com que o município de Lagoa da Prata intensificasse suas ações contra o Aedes aegypti. Além da dengue, o mosquito também transmite zika e chikungunya. Com 300 casos notificados de dengue em 2019, o município informou que realiza diariamente o trabalho de vistorias nos imóveis, com prevenção e combate ao Aedes aegypti, eliminando focos e orientando a população.

De acordo com a chefe da vigilância em Saúde, Janeany Cristina de Castro Almeida, o serviço de vistoria também está sendo feito pelos agentes comunitários de Saúde durante as visitas rotineiras aos usuários do Programa de Saúde da Família (PSF).

“Quando detectam ou suspeitam da presença de focos, os agentes de saúde acionam os agentes de combate a endemias para que eles se dirijam até o local e realizem o tratamento com larvicida”, afirmou, em nota.

O município também conta com um Comitê Municipal de Combate ao Aedes aegypti, segundo Janeany, que é composto por pessoas do poder público, da sociedade civil organizada, empresas e orienta as ações a serem feitas pelo município.

Ela afirmou ainda que a Prefeitura está providenciando um processo seletivo para a contratação de novos agentes de combate a endemias para a composição do quadro de funcionários do município.

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄