Lagoa da Prata apresenta alto risco de infestação do Aedes aegypti

Lagoa da Prata apresenta alto risco de infestação do Aedes aegypti

O levantamento aconteceu no período de 6 a 10 de janeiro de 2020, tendo como resultado um índice 6.7, considerado pelo Ministério da Saúde, alto risco de infestação do mosquito Aedes aegypti. 

Fiscalização foi intensificada.

A prefeitura de Lagoa da Prata divulgou nesta quinta-feira (16), o resultado do Levantamento Rápido de Índices de Infestação do Aedes aegypti (LIRAa). O levantamento aconteceu no período de 6 a 10 de janeiro de 2020, tendo como resultado um índice 6.7, considerado pelo Ministério da Saúde, alto risco de infestação do mosquito Aedes aegypti.

Foram visitados o total de 1.283 imóveis, entre residências, comércios, terrenos baldios, escolas e igrejas.

No resultado, que vem se repetindo em relação aos focos, a grande maioria é encontrada dentro de residências, comércios, sendo 98,2% e apenas 1,8% dentro de terrenos baldios.

O depósito predominante para os recipientes com focos são
depósitos móveis, ou seja, removível pelos próprios moradores. São eles:
vasos, frascos, pratos, bebedouro, recipiente de gelo, fontes e material de construção.

E depois, os recipientes passivos de remoção, que são:
recipientes plásticos, garrafas, latas, sucatas, ferro velho e entulhos.

Logo depois vem os depósitos fixos, que não: tanques, caixinha de passagem, ralinho, calhas, sanitários em desuso, piscinas e cacos em muros.

Por último, foi encontrado em depósitos de armazenamento de água para consumo humano, caixa d’água e depósitos naturais como flores.

Confira os bairros com maior número de focos da dengue:

– O Centro é o maior número de focos, onde encontra a área comercial.

– Sol Nascente, Santa Eugênia, Gomes, Maria Fernanda II, Chico Miranda, Cidade Jardim, Santa Helena, Santa Alexandrina.

– Conjunto Habitacional Monsenhor Alfredo, Américo Silva, Maria Fernanda I, Marília, São Francisco, São José, Rodolfo Pio, Nossa Senhora das Graças, Clara Luciano, Cohab Américo Silva e Santa Eugenia II.

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄