fbpx

Isolamento foi fundamental para a cura de morador de Lagoa da Prata com Covid-19

“Eu me isolei dentro do meu quarto, fiquei distante da minha família… fiquei quinze dias", conta o paciente.

Após passar por um susto, Júlio César Alves Morais, o primeiro caso de Covid-19 em Lagoa da Prata, está curado. O caso foi confirmado no dia 22 de março, dias após Júlio regressar de uma viagem de navio.

Atualmente, Júlio César está fora do período de transmissibilidade da doença e está liberado da quarentena, porém, não está isento de contrair a doença novamente.

Em uma entrevista para o Jornal O Papel, Júlio conta que ficou 15 dias de quarentena em seu quarto.

“Eu me isolei dentro do meu quarto, fiquei distante da minha família… fiquei quinze dias. Fique totalmente isolado no meu quarto. Minha esposa fazia as coisas e me entregava usando luvas, eu pegava com luvas também, todo mundo aqui em casa usando máscaras”, relatou ele.

A esposa do paciente, Rosimeire Silva, disse à redação que o marido não teve contato com ninguém da família e que durante a quarentena, todos procuraram ficar tranquilos perante a situação. “Não entramos em pânico em momento algum, ficamos guardando nossas energias para a recuperação dele”, declarou.

Atualização dos casos em Lagoa da Prata

Conforme a última atualização publicada na quinta-feira (2) pela Secretaria Municipal de saúde sobre os casos de coronavírus, são:

134 notificações
123 casos suspeitos em isolamento domiciliar
6 casos confirmados (positivo para Covid-19)
5 casos descartados (negativo para Covid-19)

64 Homens
70 Mulheres

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄