Instituto Federal de Minas Gerais é inaugurado em Lagoa da Prata. Aulas começam neste mês

Instituto Federal de Minas Gerais é inaugurado em Lagoa da Prata. Aulas começam neste mês

Depois de muita espera por parte de alunos e professores inscritos no programa, o IFMG (Instituto Federal de Minas Gerais) foi inaugurado em Lagoa da Prata. A solenidade aconteceu na noite da segunda-feira (18), às 19h, na Escola Municipal Dr. Jacinto Campos.

Em seu discurso, o prefeito Paulo César Teodoro disse que muitas pessoas não acreditaram na  instalação do instituto na cidade. De acordo com ele, muitos projetos que foram apresentados durante a campanha pareciam impossíveis aos olhos das pessoas. “Lembro que fui muito questionado sobre nosso plano de governo. Dentre eles o próprio SAMU, UPA, CEFET. E hoje, graças a Deus, onze meses de governo, com todas as dificuldades que enfrentamos, contanto com uma equipe técnica qualificada e dedicada, toda a população de Lagoa da Prata acreditando, hoje o Instituto Federal de Minas Gerais é uma realidade para nós”, disse o prefeito.

A princípio o IFMG seria instalado na Escola Estadual Virgílio Perilo, mas, de acordo com o prefeito, foram encontradas diversas dificuldades, o que impossibilitou que os cursos fossem para aquela escola.

Segundo o vice-prefeito Ismar Roberto, várias outras conquistas serão alcançadas pela atual administração, e ainda dentro da área de educação, uma escola moderna será inaugurada em breve no Bairro Gomes.

Os alunos que se inscreveram no PRONATEC terão inicialmente quatro cursos técnicos subsequentes em Lagoa da Prata, que são direcionados aos alunos que já concluíram o ensino médio. Já estão abertas as vagas para os cursos técnicos concomitantes, direcionados aos alunos que estão cursando o ensino médio.

No uso da palavra, o deputado federal Reginaldo Lopes falou da importância do investimento na educação do ensino médio. Segundo ele, hoje, o jovem que se forma no terceiro ano do ensino médio não está preparado para ingressar no mercado de trabalho formal e profissional, e isso faz com que uma grande maioria desiste dos estudos ainda no ensino fundamental. “É evidente que tem um problema, do ponto de vista pedagógico, isso por que há uma demanda acima da média e há também uma evasão enorme em relação a essa etapa educacional, tanto que o governo federal criou o PRONATEC, esse programa de formação técnica e de acesso ao mundo de trabalho. Nós temos hoje no Brasil o emprego, a demanda por mão de obra qualificada, o indicador é pequeno, e nós temos aí pessoas desempregadas e vagas de trabalho”, explicou o deputado.

De acordo com a Secretaria de Educação, as aulas terão início ainda no mês de novembro e os interessados em ingressar nos cursos concomitantes já podem procurar a escola para se matricularem. Serão, inicialmente, quatro turmas nos cursos de “Técnico em Açúcar e Álcool”, “Técnico em Alimentos”, “Técnico em Eletromecânica” e “Técnico em Produção de Moda”. A Prefeitura Municipal disponibilizou um terreno, que foi desapropriado, para que futuramente seja construída a sede do Instituto.

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄