Indústrias de fogos de artifício projetam aumento de 20% nas vendas para a Copa e as Eleições em S. A. do Monte

Indústrias de fogos de artifício projetam aumento de 20% nas vendas para a Copa e as Eleições em S. A. do Monte

Foto: Francisco Xavier

Empresas deverão reforçar mão de obra a partir de maio para atender a demanda

Por: G1

O mercado de fogos de artifício de Santo Antônio do Monte deve iniciar, a partir de maio, a contratação de mais mão de obra para as fábricas da cidade. De acordo com o Sindicato das Indústrias de Explosivos no Estado de Minas Gerais (Sindiemg), a expectativa é que eventos como a Copa do Mundo e as Eleições gerem um aumento de 20% nas vendas.

Netwise

O proprietário de uma empresa de fogos de artifício na cidade, Rafael Júnior, destaca que os anos pares são considerados os melhores para as vendas do setor.

Conforme Rafael, os explosivos mais vendidos durante eventos de grande porte são os chamados foguetes de tiro.

“Eles fazem mais barulho e chamam mais atenção. Não sei ao certo números precisos, mas vendemos um grande volume desse material”, completa o empresário.

De acordo com o coordenador do Sindiemg, Américo Libério da Silva, em Santo Antônio do Monte funcionam 33 fábricas de fogos de artifício.

O setor foi responsável por movimentar R$100 milhões na economia local em 2017. Entretanto, o município fechou o ano com um desempenho abaixo do esperado pelo Sindiemg.

“Para se ter um ideia, em dezembro de 2016 registramos um aumento de 60% nas vendas do setor. Fechamos o mesmo período de 2017 com apenas 40%. Ficamos abaixo do histórico dos últimos anos”, comentou Américo.

Redução do número de empresas

Nos últimos cinco anos, de acordo com Sindiemg, o mercado de fogos de artifício em Santo Antônio do Monte sofreu várias perdas de empresas. Para o coordenador sindical, os fechamentos se justificam pela alta carga tributária cobrada pelo Governo Federal.

“Além disso, o nosso setor é de produtos supérfluos, por isso acredito que também é um grande problema para nós a falta de capital de giro para manter a produção”, completa Américo.

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄