Homem é principal suspeito de matar e enterrar ex-esposa na redondeza da lagoa verde em Lagoa da Prata

Homem é principal suspeito de matar e enterrar ex-esposa na redondeza da lagoa verde em Lagoa da Prata

Gislene era natural de Araguaína, no Tocantins e teria conhecido o companheiro pela internet.

(Foto: Redes Sociais/Divulgação).

Desaparecida desde o dia 2 de dezembro, o corpo de Gislene Sousa foi encontrado no fim da tarde desta quinta-feira (16) em um local conhecido por mata da Lagoa Verde, em Lagoa da Prata. Ela desapareceu deixando pronta malas dela e de sua filha de três meses.

Nas redes sociais, o secretário de Meio Ambiente de Lagoa da Prata, Lessandro Gabriel, informou que o corpo de Gislene estava enterrado e, para a retirada do mesmo, contou com o trabalho árduo do coveiro do Cemitério da Saudade, juntamente com a Guarda Civil Municipal e Polícia Civil, que atuará na investigação do caso. Ele ainda acrescentou afirmando a crueldade com que ela foi executada. “Quanta crueldade de um cidadão matar a esposa ocultar o cadáver e saber que a mãe deixou um bebê de três meses”, escreveu ele em uma postagem do Facebook.

A irmã da vítima também se manifestou no Facebook, leia abaixo na íntegra:

(Foto: Reprodução/Rede Social).

Segundo informações preliminares, o crime teria sido cometido pelo seu companheiro.

A reportagem entrou em contato com a Guarda Civil Municipal e, foi informado que estiveram no local juntamente com a Polícia Civil para fazer a retirada do corpo e que o principal suspeito do crime é o  ex-companheiro dela.

Gislene era natural de Araguaína, no Tocantins e teria conhecido o companheiro pela internet.

O Jornal Cidade está acompanhando o caso e, em breve, trará mais informações.

 

 

 

 

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄