Homem é condenado há 12 anos de prisão por tentativa de feminicídio em Bambuí

Homem é condenado há 12 anos de prisão por tentativa de feminicídio em Bambuí

O caso ocorreu em 2019 e, segundo o Ministério Público, o crime de feminicídio não foi consumado, pois o autor pensou que a ex-esposa estava morta.

Em Bambuí, o júri popular condenou Whelerson Antônio Amâncio há 12 anos de prisão após tentar matar com 15 golpes de facadas a própria esposa. A vítima foi atacada em seu local de trabalho no centro da cidade, em maio de 2019, e foi socorrida pela Polícia Militar, que a encaminhou para o Hospital Nossa Senhora do Brasil do município.

Netwise

A sentença foi determinada na segunda-feira (31), e foi levado em consideração, motivo, acusado de tentar matar sua ex-esposa. A sentença definiu Whelerson como culpado de tentativa de homicídio quadruplamente qualificado e Wherlerson não poderá responder em liberdade.

Autor pensou que a esposa estivesse morta e por isso não consumou o crime

Em maio de 2019, a vítima rompeu o relacionamento, porque o ex-marido sempre a agredia e ameaçava. Segundo o Ministério Público, no dia do ataque, a vítima estava em seu local de trabalho e o acusado chegou questionando por que ela não teria terminado o relacionamento antes de traí-lo. A vítima negou a traição e, em seguida, Wherlerson usou uma faca usada por açougueiros para desferir vários golpes contra ela.

Ainda conforme o MP,  o crime de feminicídio somente não se consumou por “circunstâncias alheias à vontade do denunciado que, ao ver a vítima desmaiada, pensou que ela já estivesse morta e parou de esfaqueá-la. O autor também havia fugido do local.

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄