Fotógrafo de Moema participa de exposição na Alemanha

Fotógrafo de Moema participa de exposição na Alemanha

Alisson Gontijo já trabalhou em grandes veículos de comunicação e teve fotografias publicadas pela revista Veja e jornais Folha de São Paulo e Estadão

 

O jornalista e fotógrafo Alison Gontijo participou de uma exposição de fotografias na Alemanha. Nascido em Moema, Alison é filho de Fernando José Cardoso e Maria Célia Gontijo Cardoso.

De acordo com o fotógrafo, a sua paixão por fotografia começou desde pequeno. Começou a trabalhar vídeos em 2005 e após a conclusão do curso de jornalismo dedicou-se ao fotojornalismo. “Após ganhar meu primeiro prêmio de fotografia do então governador de Minas, Aécio Neves, no prêmio Comunicador do Futuro, entrei para equipe de repórteres fotográficos da Sempre Editora, que edita os jornais O Tempo, Super Notícias e Pampulha. Por lá tive trabalhos publicados em várias revistas e jornais como Veja, Contigo, Folha de São Paulo, O Dia, Estadão e vários outros de todo país”, afirmou Gontijo.

Netwise

A oportunidade de seguir a carreira solo surgiu em 2013. “Fiz parte dessa equipe por três anos, porém, em 2013, decidi seguir apenas com meus projetos de trabalhos autorais. Na primeira oportunidade, que ocorreu no mesmo ano, fiz um trabalho sobre capoeira, no qual fui premiado pela Getty Images, que é o maior banco de imagens do mundo. Em seguida fui premiado em um concurso da Canon sobre futebol, no qual fiquei em 1º lugar no Brasil e fui premiado com uma viagem a Nova York”, destacou Alisson.

De acordo com o fotógrafo, a exposição na Alemanha surgiu após um concurso seletivo da fundação Neumann, que buscava trabalhos sobre a Copa do Mundo no Brasil. O moemense se classificou em primeiro lugar.  “Estou muito feliz, pois foram realizadas três exposições simultâneas com fotos minhas: uma em São Paulo, na Vila Madalena, através da DOC Galeria; outra em Belo Horizonte, na casa do jornalista; e em Potsman, na Alemanha”, destacou.

“Foi muito gratificante, todo fotógrafo quer ter seu trabalho reconhecido e ter oportunidade de uma exposição na Europa é muito legal. Outro ponto legal foi a oportunidade de falar na abertura da exposição sobre nossa cultura, nossas belezas e também dos nossos problemas”, afirmou.

 

 

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄