fbpx

Força-tarefa de Polícia Civil prende suspeitos de roubo em fazenda de Lagoa da Prata

Operação "Águas Claras" foi montada para apurar crime que aconteceu em setembro de 2021. Suspeitos eram residentes da cidade de Uberaba, no Triângulo Mineiro.

A Delegacia de Polícia Civil de Lagoa da Prata realizou nesta terça-feira (12), a operação “Águas Claras”, em parceria com a Delegacia Regional de Polícia Civil de Bom Despacho e da Delegacia Especializada em Crimes Rurais de Uberaba. 

A força-tarefa, que 45 policiais civis, incluindo 6 delegados, foi montada para cumprir mandados de busca e apreensão e de prisão, relacionados a um roubo em uma fazenda de Lagoa da Prata. O crime aconteceu em 19 de setembro de 2021, quando uma família, juntamente com seus funcionários, foi mantida como refém por 12 indivíduos armados. 

De acordo com a Polícia Civil, uma das vítimas, que é um empresário da cidade, foi levada até a sede de sua empresa para pegar dinheiro em espécie.

Segundo crime

Os policiais desconfiam que os mesmos autores tentaram uma abordagem semelhante em outra fazenda, em 22 de maio. Na ocasião, os suspeitos conseguiram render os caseiros, mas não impediram o jardineiro da fazenda quando este chegava para trabalhar. Percebendo a movimentação, o trabalhador acionou a Polícia, obrigando os autores a abortarem o plano. 

Um quinto indivíduo, identificado como provável co-autor do primeiro roubo, faleceu em Uberaba em 3 de outubro de 2021, vítima de um homicídio. 

Operação resultou em 5 prisões

De acordo com o delegado Ivan José Lopes, deflagrada a operação “Águas Claras”, foram cumpridos os 4 mandados de prisão, e um outro indivíduo foi preso em flagrante por tráfico. 

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄