Fogos de Santo Antônio do Monte podem ganhar selo do Inmetro

Fogos de Santo Antônio do Monte podem ganhar selo do Inmetro

Os fogos de artifício produzidos em Santo Antônio do Monte podem receber selo do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) em breve. O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) foi autorizado a dar essa garantia, que proporciona mais segurança aos trabalhadores do setor e para a comunidade. O selo também deve ajudar a alavancar as vendas. O Parque Industrial da cidade é formado por empresas de pequeno e médio porte, sendo que são cerca de 120 indústrias de fogos.

Alguns fogos podem ser ouvidos na cidade e não é por causa de time de futebol não, são os testes para o selo. “Nós realizamos os ensaios de verificação do iniciador. A estabilidade do produto, altura de arrebentamento, queima completa da composição pirotécnica. E por final a gente verifica a integridade do produto”, explicou o supervisor técnico do Senai, Rodrigo de Sousa Tomaz.

O processo inclui ainda outros testes, no total são 74. Algumas fases passam pelo laboratório do Centro Tecnológico em Pirotecnia de Santo Antônio do Monte, por lá funciona o único local de testes de fogos de artifício da América Latina. O objetivo é sempre garantir a segurança.

O processo no laboratório é dividido em três etapas: avaliação das embalagens, visual e química. “Nessa parte da embalagem é verificado se os dizeres da embalagem estão de acordo com o memorial descritivo. Tem que estar de acordo com a norma do Exército”, explicou a auxiliar de laboratório, Nayara Rezende Lamounier.

Alguns fogos são analisados na área externa

Ainda segundo ela, tem uma parte de metrologia em que são medidas todas as dimensões do foguete. A análise é minuciosa. Separadas, cada composição passa por um procedimento.

Na máquina chamada de absorção atômica são identificadas algumas irregularidades. “Nessa avaliação a gente fica atenta a três itens que são o arsênio, o mercúrio e o chumbo, e se passar em grande quantidade na composição é prejudicial à saúde”, informou a técnica em laboratório, Ana Cláudia Camargos.

Netwise

Todos os testes precisam ocorrer em um local especial, como esclareceu a técnica em Laboratório Aline Silva Loregian. “É um local diferenciado, a temperatura e a umidade devem ser analisadas. As paredes são anti-explosão, anti-estático. Tem todo um cuidado para que não possam haver riscos “, acrescentou a técnica.

Todo o processo é para que os fogos produzidos em Santo Antônio do Monte recebam o selo. A cidade é polo de pirotecnia, e os empresários apostam que, com essa garantia, as vendas vão aumentar. Para o presidente da Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg) todo o apoio necessário é dado. “É uma condição diferenciada de mercado este uso dos fogos de artifício de maneira correta”, sintetizou.

 

Fonte: revistaagora.tv

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄