Fenômeno meteorológico chama atenção de moradores de Lagoa da Prata

Fenômeno meteorológico chama atenção de moradores de Lagoa da Prata

Fotos: Kelem Costa, Rafael Douglas Gomes, Hélio Martins e Polly Silveira

Este tipo de nuvem foi registrada pela primeira vez em 2006 em Iowa, nos EUA, e só em 2017 foi oficialmente reconhecida e catalogada pela da Organização Meteorológica Mundial

*Com informações do site Terra e O Globo

O céu em tom alaranjado e nuvens com formatos diferentes chamaram a atenção dos moradores de Lagoa da Prata na tarde de ontem (11). Na internet, é possível acessar diversos artigos que explicam o fenômeno meteorológico, que é muito comum. Segundo a meteorologista Marle Bandeira, esse fenômeno não é uma novidade. Segundo ela, essa coloração no céu ocorre geralmente no amanhecer e no entardecer em vários dias do ano. “O que a população viu é algo extramente normal”, explicou Marle.

De acordo com a meteorologista, como a luz tem sete cores, o sol pode refletir naquele momento com mais intensidade a laranja, que o olhar humano conseguiu identificar.

Netwise

Além da cor do céu, outro fato que chamou a atenção dos moradores foram as nuvens com formatos diferentes. De acordo com o site O Globo, esse tipo de nuvem foi batizada de undulatus asperatus (onda agitada), a nuvem foi registrada pela primeira vez em 2006 em Iowa, nos EUA, e só em 2017 foi oficialmente reconhecida e catalogada pela da Organização Meteorológica Mundial (WMO, na sigla em inglês).

O autor da foto enviou-a para a Cloud Appreciation Society (CAS), e, de lá para cá, “a coisa virou viral, recebemos muitas outras imagens de vários locais do mundo, inclusive do Brasil”, relata Gavin Pretor-Pinney, fundador da sociedade britânica dos apreciadores de nuvens.

A montagem coloca lado a lado a nuvem fotografada em Lagoa da Prata e uma nuvem com a característica “asperitas” que pode ser encontrada no Atlas Internacional de Nuvens da WMO, de consulta pública. Na foto, é possível ver como são semelhantes.

Nuvens “asperitas” fotografadas na Austrália (E) em 2004 e em Lagoa da Prata-MG (D) em 2017

Fotos: Kelem Costa, Rafael Douglas Gomes e Hélio Martins

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄