Em Formiga, LIRAa aponta que 84,5% dos focos de dengue estão em residências

Em Formiga, LIRAa aponta que 84,5% dos focos de dengue estão em residências

Formiga está com alto risco de epidemia da doença com índice de infestação predial em 8,7. Prefeitura intensificará ações de campo e educativas, mas a população precisa colaborar

A Secretaria Municipal de Saúde de Formiga realizou, entre os dias 18 e 22 de janeiro, o primeiro Levantamento de Índice Rápido para o Aedes aegypti (LIRAa) de 2021. O resultado de infestação predial em 8,7 coloca a cidade em alto risco de epidemia de dengue, um aumento de 1,9 se comparado com o mesmo período do ano passado cujo o resultado foi de 6,8.

Conforme divulgado pela prefeitura, as estatísticas apontam que, com resultado entre 0 até 0,9 o município enquadra-se em situação de baixo risco, de 1,0 a 3,9 é médio risco e acima de 4,0 é considerado alto risco.

O LIRAa foi realizado em 1.697 imóveis entre residências, terrenos baldios, comércios e outros. A maioria dos focos foram encontrados nas residências, 84,5% do total. Por isso, Prefeitura ressalta a importância de se destacar que a população não deve se descuidar com a prevenção que é simples, eficaz e amplamente divulgada.

Predominaram os focos em depósitos no lixo (recipientes plásticos, latas, garrafas, sucatas, etc.), em depósitos móveis (pratos de plantas, bebedouros, etc.), depósitos ao nível do solo (tanques, tambores, etc.) e em depósitos fixos (calhas, ralos e caixas de passagens de água).

A maior parte dos focos foram encontrados nos bairros Mangabeiras, Nossa Senhora Aparecida e São Luiz. Confira a tabela completa.

Ações

O setor de Endemias intensificará suas ações de campo e educativas. Agora com o resultado desse LIRAa, os agentes irão realizar um trabalho diferenciado nos bairros onde o índice foi mais alto. Além do tratamento focal, os agentes irão reforçar o trabalho educativo nessas localidades. A pasta está fazendo um planejamento para poder trabalhar de acordo com os resultados, um trabalho diferenciado para cada bairro conforme sua necessidade.

Netwise

Com isso, a Prefeitura alerta que a população deve-se levar em conta o período de enfrentamento à Covid-19 e procurar desenvolver mais em seu domicílio as medidas de prevenção à dengue, uma vez que na pandemia as ações de controle do vetor ficam limitadas, principalmente as ações educativas coletivas, que estão suspensas desde março do ano passado.

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄