fbpx

Em Bom Despacho, acusado de feminicídio se apresenta à Polícia

Delegacia chegou a entrar com pedido de prisão preventiva, acolhido pelo Ministério Público, mas Juízo da Vara responsável pelo caso negou.

O autor do feminicídio que aconteceu no bairro Babilônia, em Bom Despacho, no dia 2 de fevereiro, se apresentou à Polícia Civil nesta terça-feira (8). A apresentação estava marcada para sexta-feira (4), mas precisou ser adiada porque o delegado de homicídios da comarca, Rodrigo Noronha, precisou viajar no dia. Em contato com o portal iBom, o delegado afirmou que fazia questão de estar presente na oitiva do acusado.

Além do autor, que foi ouvido no mesmo dia, testemunhas prestaram depoimentos na quarta-feira (9). Como já transcorreu o prazo do flagrante, o suspeito só pode ser preso agora por ordem judicial. 

Na semana passada, o delegado Rodrigo Noronha entrou com pedido de prisão preventiva, e o Ministério Público manifestou-se favorável à medida. Contudo, o pedido foi indeferido pelo juízo da 2ª Vara da Comarca porque o acusado não possui antecedentes criminais, não oferece risco à ordem pública e possui endereço fixo. 

Por conta desta decisão, o Ministério Público recorreu entendendo que o juiz não considerou a “gravidade e repercussão dos fatos”, além do “histórico de violência do investigado”. 

Segundo a Promotoria, o suspeito “manteve relacionamento amoroso por aproximadamente três anos com a vítima, que tinha 23 anos, e teve com ela uma filha, atualmente com um ano e quatro meses. Depoimentos de testemunhas apontaram que o relacionamento do casal sempre foi conturbado e permeado por discussões, até mesmo por agressões verbais e físicas”. Ainda de acordo com a Promotoria, testemunhas afirmam que “o homem agredia a vítima mesmo quando ela estava grávida de oito meses da filha do casal, dando-lhe socos no rosto, na cabeça e, ainda, tentando lhe esganar pelo pescoço”.

Além disso, o Ministério Público, no recurso, apresentou que, mesmo sem condenação antecedente, o acusado  “possui um vasto registro de passagens pela polícia pelos mais diversos e graves crimes”.

Para o portal iBom, o delegado responsável pelo caso contou que, quando chegou na cena do crime, o cenário visto foi o de um crime de ímpeto, não premeditado, iniciado por um motivo banal e terminado em tragédia. 

Ele confirmou que o casal tinha “relacionamento turbulento, conflituoso, com agressões mútuas”.

Entenda o caso: 

Uma mulher, de 23 anos, foi encontrada morta nesta quarta-feira (2), no Bairro Babilônia, em Bom Despacho. De acordo com informações da Polícia Militar, o autor do crime é o seu companheiro, de 37 anos.

Ainda, conforme a PM, o crime ocorreu durante a madrugada, mas só à tarde o corpo da mulher foi encontrado. O suspeito foi até até a casa do patrão, para quem confessou o crime, e que informou os militares sobre o ocorrido.

Os policiais foram até onde a vítima morava e lá a encontraram sem sinais vitais e com marcas de enforcamento.

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄