fbpx

Em Arcos, após reclamações de falta de pediatra, atendimentos começam a ser regularizados

A partir desta semana, o médico Macmiler Costa passa a atender de manhã e a tarde. Novos profissionais estão sendo credenciados pelo Município.

Parece que as mães da cidade de Arcos começaram a ver uma luz no fim do túnel para tentarem assegurar atendimento pediátrico para seus filhos. Enfrentando o problema há dias, muitas mães, inclusive, em tempos de frio e chuva, precisavam ficar na porta da Secretaria Municipal de Saúde para pegarem senhas e seus filhos serem atendidos por um pediatra.

Rafaela de Melo Machado é mãe de Enzo Victor, e comemora a ampliação do horário de serviço pediátrico, oferecida na Fundação Municipal de Saúde (Fumusa). “Agora, temos mais vagas para as crianças, e não precisamos voltar outras vezes em busca de consultas”.

Para Thainara Maria Batista, mãe de Isis Batista Ferreira Alves, os atendimentos oferecidos na parte da tarde serão muito benéficos. “Foi muito bom ampliar os horários dos médicos; estava precisando mesmo! Agora, não precisamos levantar tão cedo para as crianças consultarem”.

Nas últimas semanas, nas redes sociais, muitas delas e até mesmo a população que não precisa do serviço se mostraram indignadas por verem mães com filhos no colo em busca de vagas para atendimento na época mais fria do ano e de madrugada. Veja alguns comentários:

No dia 27 de maio, a Prefeitura emitiu uma nota declarando que para que o atendimento fosse normalizado era necessário um credenciamento de médicos, leia:

“Desde o mês passado, os esforços da Secretaria Municipal de Saúde de Arcos têm sido de credenciar novos médicos para a cidade, entre eles, pediatras. Por recomendação do Ministério Público, os contratos com os profissionais que prestavam o serviço ao município não foram renovados, porque o método de contratação não era o mais adequado. A Secretaria Municipal de Saúde, então, abriu no mês passado o processo chamado ‘Credenciamento’, em que os médicos que já prestavam serviços ao Município poderiam participar, e que abria a oportunidade para novos profissionais também. O processo está aberto (27 de maio), mas até o momento, nenhum pediatra entregou a documentação completa para o credenciamento. Atualmente, um pediatra concursado presta serviços continua atendendo normalmente na Fundação Municipal de Saúde. Pelo novo processo, já credenciaram: ortopedista, ginecologista e obstetra, urologista, endocrinologista, psiquiatra e plantonistas para o Hospital Municipal São José.   Para médico pediatra, a Secretaria oferece até 473 horas para plantonista no Hospital Municipal São José, e 1800 consultas na Fumusa (de segunda a sexta-feira). A secretária municipal de Saúde de Arcos, Adalgisa Borges, explica que assim que os profissionais entregarem a documentação por meio do credenciamento, eles estarão aptos a iniciarem os atendimentos. “Nossa preocupação hoje é de que os atendimentos sejam retomados o mais rápido possível, beneficiando a nossa população”. A secretária informa que não houve falta de atendimento nos serviços de urgência/emergência, e sim, em alguns atendimentos ambulatoriais, que são procedimentos eletivos”.

Na última sexta-feira (3), o prefeito Claudenir José de Melo, comunicou em grupo do Facebook, que os atendimentos pediátricos sempre foram contratados via Santa Casa, mas que o MP solicitou mudança na forma de contratação, sendo necessário que estes médicos registem suas respectivas empresas no Conselho Regional de Medicina (CRM).

“O processo de registro depende é burocrático e depende de uma série de documentos. Graças à valorosa contribuição e boa vontade dos excelentes pediatras como o Antônio Carlos Silva e  Macmiller Costa, o esforço da Secretaria de Saúde, a disponibilidade do departamento de licitação da Prefeitura, a partir de segunda-feira (6), a Fumusa ofertará dezenas de consultas para as as crianças”.

 

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄