Dr. Tomaz de Aquino afirma que é preciso reformar a Constituição Brasileira

Dr. Tomaz de Aquino afirma que é preciso reformar a Constituição Brasileira

O Procurador de Justiça e uma das principais autoridades do país na área do terceiro setor, Dr. Tomaz de Aquino Resende participou da primeira manifestação “Vem Pra Rua Lagoa da Prata”. Confira os principais trechos da entrevista concedida ao jornalista Adriano Santos.

JUVENTUDE NAS RUAS: “Vejo com vergonha porque não fizemos isso antes. Esses meninos estão dando uma lição de civismo e cidadania. Isso é emocionante. É ver o país mudando pelas mãos da juventude. Temos que pedir desculpas para as nossas gerações por não termos tido essa coragem que esses meninos têm”.

MOVIMENTO APARTIDÁRIO: “Aqui não tem ideologia. Não tem partido político. Não tem igreja. É um movimento ecumênico, apartidário e trans-ideológico. Só por isso ele já é diferente. A bandeira não é de um partido. Não é de uma igreja. É de cidadania. Essa manifestação não é contra ninguém. É a favor de um país melhor”.

REFORMA NA CONSTITUIÇÃO: “Tenho só uma preocupação. São muitos os pedidos, são diversas as reclamações. Mas o fundamental é que esse movimento deságüe numa reforma da Constituição. Não adianta mudar o jogador. Já vimos vários presidentes e não adiantou. Mudar o jogador e o técnico não muda o jogo. O que muda o jogo é mudar a regra. É reforma na Constituição. Ou o Brasil muda ou o Brasil para”.

Netwise

PAÍS ATRASADO: “Deus me permitiu vivenciar esse momento de ver um milhão de pessoas nas ruas na grande cidade buscando, civilizadamente e educadamente, a mudança do país. Só isso já é histórico. Mas mais do que isso. Nossos filhos e os filhos de nossos filhos vão dizer: “Nosso país teve uma mudança com atraso de 500 anos no ano de 2013”.

Conteúdo exclusivo do portal TV Cidade Lagoa da Prata. A reprodução total ou parcial está expressamente proibida sem a autorização por escrito da produtora, conforme determina a Lei de Direitos Autorais (Lei 9.610), estando o infrator sujeitos às penalidades impostas pela legislação. É permitida somente a divulgação do teor integral por meio de compartilhamento nas redes sociais. 

► DEIXE ABAIXO SEU COMENTÁRIO ◄